Conectado por
Governo de Rondônia

Geral

Projeto de Extensão: Alunos de Engenharia de Produção criam ponto de coleta de caixas tetra pak

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Grupo desenvolveu projeto de placas térmicas para famílias carentes

Alunos do curso de Engenharia de Produção do Instituto Luterano de Ensino Superior – Iles Ulbra Porto Velho divulgaram a criação de um ponto de coleta na instituição a fim de engajar a comunidade acadêmica e ampliar a doação de embalagens tetra pak (http://www.ulbra.br/porto-velho/imprensa/noticia/24872/alunos-da-ulbra-desenvolvem-projeto-de-placas-termicas-de-caixas-de-leite) para contribuir com o desenvolvimento do projeto sustentável de destinação adequada das caixas.  

O projeto consiste em reutilizar as embalagens de forma correta e sustentável, permitindo que o que seria dado como lixo seja transformado em revestimento. Para uma das alunas envolvidas no programa, Vera Almeida, a criação da manta é uma exclusividade dos alunos de Rondônia. “Buscamos conscientizar a população sobre a destinação correta do produto e a possibilidade de reciclar aquilo que é extremamente valioso para outras pessoas. Muitas caixinhas reunidas permitem a redução da temperatura interna da residência, evitam a entrada de animais peçonhentos e ainda contribuímos para a preservação do meio ambiente. Todos os alunos que estão envolvidos não sinalizam nenhuma pretensão de ganho financeiro com esse projeto. Queremos que a ideia seja amplamente divulgada, para que várias pessoas possam ser beneficiadas pela ideia e para isso, criamos o núcleo de Porto Velho da ONG Engenheiros Sem Fronteira”, descreveu.

O núcleo de Porto Velho da ONG Engenheiros Sem Fronteira é o primeiro da região Norte a fazer parte da organização não-governamental e visa desenvolver projetos de engenharia com finalidade social com a pretensão de entregar uma unidade por semestre. “O objetivo social é atender comunidades carentes que não tenham condições de morar com qualidade de vida. Pretendemos atender tanto residências na área rural como na urbana de Porto Velho e posteriormente, ampliar para outras localidades. Na segunda unidade estamos projetando também a entrega de uma horta sustentável. É uma forma de aplicar nosso aprendizado sobre sustentabilidade”, afirmou Jeorge Sodré, aluno sexto período de Engenharia de Produção da Ulbra.

O projeto de extensão tem a coordenação do mestre e professor José Geraldo da Silva e segundo os alunos, todos os núcleos do Brasil estão buscando referências no núcleo de Porto Velho para implantar em outras unidades do país.