Conectado por

Agronegócios

Produtor deve se preparar para semeadura da safra de milho


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

Segundo o relatório do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), a previsão da área de plantio da segunda safra de milho em 2022 em Mato Grosso é de 6,23 milhões de hectares. A estimativa de produtividade média é de 106,09 sacas por hectare, o que deve resultar em uma produção total de 39,64 milhões de toneladas. Para essa previsão se confirmar o produtor precisa fazer a parte dele e desde já começar a se programar para a temporada que se inicia em fevereiro.

Um dos pontos importantes é se atentar às máquinas e equipamentos da propriedade, principalmente aos distribuidores de insumos. Pensando mais especificamente na distribuição de adubos, o produtor que não quer correr riscos deve já ter o insumo que será usado armazenado, ter as prescrições de doses prontas e principalmente estar com o implemento pronto para aplicação, seja novo ou usado com revisão em ordem.

De acordo com Reinaldo Teixeira, supervisor operacional da MP Agro, a escolha do distribuidor para uma propriedade precisa ser baseado no tamanho da área, nos insumos que utiliza e na cultura. “Além destes três importantes fatores, também é preciso atentar a composição e relevo da terra. Com essas informações ele pode decidir o melhor modelo de distribuidor para atender com plenitude suas necessidades”, destaca.

Ao se atentar a estes pontos, além de minimizar os erros, o agricultor amplia sua possibilidade de maiores ganhos. “A escolha correta do distribuidor pode impactar em economia de combustível, agilidade e qualidade de aplicação, mais produtividade e ainda maior lucratividade na colheita”, reforça Teixeira.

Atenção a manutenção

Após a escolha do equipamento ideal para a necessidade da fazenda, antes de ir a campo é preciso se atentar a alguns procedimentos preliminares, ainda mais quando o equipamento não é novo. Um deles é certificar que o distribuidor está com revisão do sistema hidráulico, elétrico/eletrônico e mecânico em ordem para não correr riscos de paradas não programadas durante as aplicações. Além disso, é importante calibrar bem o implemento para manter a acurácia próximo do 100% e em caso de aplicação com taxa variável ter todos os mapas prontos no formato correto.

De acordo com o supervisor técnico, para manter sempre a manutenção em dia, uma dica importante é toda vez que terminar um ciclo de aplicação, já realizar as revisões preventivas e durante o dia a dia se atentar para revisão preditivas. “Assim o equipamento sempre estará pronto para trabalho e livre de paradas não programadas”, reforça Teixeira.

 Soluções do mercado

Quando o assunto é distribuidores de insumos, a MP Agro oferece quatro linhas de equipamentos para atender as necessidades dos mais variados perfis de produtores. Uma das soluções é o Taurus Robust. Como o nome já diz, ele é robusto e garante a entrega de melhores resultados operacionais, graças a sua alta capacidade de carga aliada com tecnologia de ponta. Entre seus diferenciais estão: alta capacidade de carga de 25.000 kg e 30.000 kg, promove economia de diesel devido a menos paradas para abastecimento, estrutura 100% aço inox e ainda desligamento de seção para economia de adubo em áreas quebradas.

Outra solução é a Linha Z que transforma o pulverizador autopropelido em distribuidor de fertilizantes, o que permite adubação parcelada e diminui o amassamento da lavoura. Ele é compatível com todos os modelos de autopropelido do mercado. Entre seus diferenciais estão: capacidade para 4 e 6 m³, estrutura 100% aço inox, valorização do autopropelido usado, economia de até 80% se comparado com a compra de um equipamento novo.

Já o Taurus se destaca por sua durabilidade. Com capacidade para 12.000kg ou 6m³, o equipamento tem cabeçalho reforçado e versatilidade na aplicação, pois conta com palhetas para distribuição de sólidos e pós, uma solução fundamental para a agricultura de precisão. Ele possui ainda sistema de esteira removível com guia em toda extensão para evitar desalinhamento, componente anti-falhas e roletes de fácil encaixe.

A empresa disponibiliza ainda ao mercado o Taurus Truck. Forte e resistente, o equipamento foi desenvolvido para acoplamento em caminhões, com a agilidade necessária para garantir mais produtividade e a missão de entregar os melhores resultados. Com alta capacidade de carga: 25.000 kg e 30.000 kg, ele oferece 66% a mais de tempo de trabalho em relação ao tempo de carregamento, o que garante ao produtor rápido retorno do investimento.

assessoria de imprensa

Agrolink.com.br

Publicidade
Betfair

ALE-RO

ÓTICA DINIZ
Online Cassino


Desenvolvimento