Querer fazer a vontade de Deus é o desejo de muitas pessoas, ou pelo menos o que muitas dizem ser. Todavia, para que isso se torne real é necessário não apenas ouvir a Palavra do Senhor, mas aceitá-la integralmente, mesmo que isto signifique mudanças radicais em seu estilo de vida.

Continua após a publicidade

pregadora Joyce Meyer sabe da importância que isso representa e não por acaso fez um alerta sobre a diferença entre ouvir e aceitar a Palavra de Deus, mostrando que muitos apenas escutam, mas ao mesmo tempo filtram o que consideram aceitável para suas vidas.

Meyer citou um capítulo da Bíblia como uma poderosa ferramenta de aprendizado para o cristão, visto que ele ensina sobre a importância de obedecer a Palavra de Deus. “Se você nunca estudou o Salmo 119, quero dar uma lição de casa para você”, disse ela.

“São 166 versos, é o capítulo mais longo da Bíblia sagrada e todos são sobre o poder que está na Palavra de Deus”, destacou. “Aqui ele diz que ‘a minha recompensa é que eu tenho guardado a Tua Palavra’.”.

“Veja, a obediência a Deus é uma recompensa, viver um estilo de vida obediente é uma recompensa para nós, porque nos sentimos tão bem quando sabemos que estamos fazendo a coisa certa”, explica a pregadora.

Para a pregadora, a grande dificuldade em não apenas ouvir, mas receber a Palavra de Deus, diz respeito aos temas que incomodam. São assuntos que afetam diretamente os interesses pessoais de quem ouve, os quais muitas vezes exigem mudança de postura diante da vida.

“Muitas pessoas ouvem a Palavra de Deus, mas não a recebem. E você sabe que eu poderia ter entrado aqui hoje e dito: ‘Eu vou te ensinar por uma hora sobre ofertas’ ou ‘mulheres, hoje vou ensinar sobre serem submissas aos seus maridos’. De imediato algumas pessoas teriam colocado um muro diante delas”, explicou Meyer.

“Há certas coisas que as pessoas simplesmente não querem ouvir”, completou, alertando que para obedecer a Deus é necessário uma postura de aceitação incondicional da Sua Palavra, sem a qual é impossível manter uma vida santa. Assista a pregação completa abaixo:

FONTE: noticias.gospelmais.com.br