Conectado por

Agronegócios

Prazo para declarar rebanhos é prorrogado até 18 de junho em Rondônia


Compartilhe:

Publicado por

em

O prazo para declaração obrigatória de rebanhos foi prorrogado até 18 de junho pela Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron), segundo informou o órgão nesta segunda-feira (31).

A primeira etapa da campanha de declaração iria encerrar nesta segunda-feira, mas como alguns municípios estão com baixa ‘adesão,’ o órgão decidiu estender o prazo.

A declaração agora pode ser feita até 18 de junho e deve ser realizada por todos os criadores de bovinos, bubalinos, suínos, caprinos, ovinos, além de equídeos e aves.

Segundo a Idaron, declarar é importante para a economia do estado, principalmente, por causa do reconhecimento internacional de área livre de aftosa sem vacinação.

Zona livre de aftosa

Na semana passada, o estado de Rondônia recebeu o selo internacional como zona livre de febre aftosa sem vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE, na sigla em inglês).

De acordo com a Idaron, para que a condição sanitária alcançada seja mantida, o produtor rural precisa seguir com um papel fundamental.

Com a obtenção do status sanitário internacional para Rondônia, os produtores de bovinos apostam na abertura de mais mercados para as carnes bovina e suína do Brasil.

Onde declarar?

O produtor pode fazer a declaração preferencialmente pela internet, no site da Idaron. A senha usada na emissão da Guia de Trânsito Animal é a mesma para fazer a declaração dos rebanhos. Quem ainda não efetivou login e senha para acesso ao sistema pode se cadastrar rapidamente no site.

A Idaron também disponibiliza formulários para declaração em formato online e impresso. Em papel o documento pode ser obtido nas unidades da agência e casas agropecuárias.

Após o preenchimento, o formulário deve ser enviado por e-mail ou WhatsApp da Idaron onde a propriedade tem cadastro.

“Cada unidade tem um WhatsApp para envio do formulário. Esse telefone também pode ser utilizado para declaração: o produtor pode ligar que um atendente vai pegar os dados passados pelo pecuarista e fazer a declaração direto no sistema. Para que o produtor possa comprovar que a declaração foi feita, ele receberá do atendente um PDF ou foto da tela validando a declaração”, explicou a Idaron em comunicado à imprensa.

G1.globo.com

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento