Conectado por

Mato Grosso

Povo inventa e aumenta, garante Blairo, negando ser o novo dono do PSL de MT


Compartilhe:

Publicado por

em

O ex-governador Blairo Maggi (PP)  garante  que não articulou o ingresso do PSL na base do governador Mauro Mendes (DEM) e rechaça a pecha de novo “dono do partido” em Mato Grosso. A especulação surgiu com a adesão do ex-senador Cidinho Santos, seu compadre e homem de confiança,  à sigla.

A filiação de Cidinho junto com a nomeação do presidente estadual do PSL Aécio Rodrigues para chefiar o Escritório de Representação de Mato Grosso em Brasília (Ermat) gerou a especulação que Blairo estaria por trás da articulação, inclusive  com objetivo de emplacar o Cidinho como vice na possível chapa de Mauro à reeleição. O ex-governador nega com veemência.

 O próprio Cidinho, diante da chiadeira de aliados do DEM, que para reafirmar que o próprio Mauro prometeu tratar da reeleição somente em 2022, negou a pretensão de ser vice. Inclusive, defendeu a manutenção da chapa Mauro como Otaviano Pivetta (hoje sem partido) como vice-governador.

 “Em time que está dando certo, não se mexe. Temos que respeitar essa situação. Eu procuro buscar solução no coletivo e nunca tentar me autobeneficiar dessas articulações. Essa história de eu ser candidato a vice nunca foi discutida com o governador”, disse.

 A negativa de Blairo e Cidinho deve acalmar tanto o DEM quanto integrantes da base aliada na Assembleia. As especulações sobre a definição do vice anteciparam o debate eleitoral e a “dor de cabeça” que Mauro programou só para o ano que vem.

Rdnews.com.br