Conectado por

Mundo

Ponte desaba na Itália e deixa dezenas de mortos


Compartilhe:

Publicado por

em

Uma ponte desabou, na manhã desta terça-feira, em Gênova, na Itália, segundo informaram fontes de equipe de socorro. Cerca de 200 agentes socorristas trabalham no local para retirar as vítimas e os feridos, que estão sob os escombros. Até o momento, 22 pessoas morreram.

A ponte Morandi, que tem 100 metros de altura, corta toda a cidade portuária de Gênova e passa, inclusive, por uma área movimentada e povoada. Cerca de 20 veículos se envolveram no acidente – caíram da ponte ou foram atingidos pelos escombros. 

Caminhão foi atingido pelos escombros – AFP

A maior parte do viaduto caiu no leito do córrego Polcevera, mas trechos enormes caíram nas casas, nos galpões e nas ruas abaixo.

O ministro italiano dos Transportes, Danilo Toninelli, diz que, até o momento, há 22 mortos e cinco feridos. Esse número ainda pode aumentar. A imprensa italiana diz que há uma criança, um menino, entre as vítimas. 

No momento do desabamento, a região estava sendo atingida por uma forte chuva, que já durava um tempo. É possível observar o mau clima nas imagens do acidente. O colapso da ponte pode estar relacionado a um problema estrutural, mas essa informação ainda não foi confirmada. 

No entanto, o vice ministro dos Transportes disse que “não é aceitável que uma ponte tao importante não tenha sido construída pra evitar uma situação como essa”. 

O ministro dos Transportes, Danilo Toninelli,declarou que o desabamento do viaduto é “uma tragédia imensa”. “Tenho uma grande apreensão de que o que aconteceu em Gênova se apresenta como uma imensa tragédia”, declarou Danilo Toninelli ao Twitter.

No momento, as estradas ao redor do acidente estão fechadas e os trens não estão circulando. O desabamento ocorreu perto de um aeroporto da regão. 

Ponte com 100 metros de altura desaba e eixa, até o momento, 11 mortos e cinco feridos – AFP
Ponte com mais de 100 metros de altura desaba na Itália e deixa dezenas de feridos – AFP

As imagens impressionantes divulgadas pela imprensa italiana e nas redes sociais mostram os escombros da construção, que se estenderam por cerca de cem metros.