Conectado por

Pará

Polícia investiga estudante desempregada que movimentou mais de R$ 5,5 milhões


Compartilhe:

Publicado por

em

A Polícia Civil cumpriu cinco mandados de busca e apreensão, nesta quarta-feira (26), no combate à corrupção, em Belém. Polícia investiga a movimentação de mais de R$ 5,5 milhões de uma estudante de 27 anos que não possui renda.

De acordo com relatório do Conselho de controle de atividades financeiras (COAF), no período de janeiro de 2018 a janeiro de 2020, a movimentação bancária da investigada soma mais de R$ 5,5 milhões.

A Divisão de Repressão à Lavagem de Dinheiro (DRLD) apurou que o dinheiro chegou a conta da estudante de duas formas: modalidade crédito, que totalizou R$ 2.999.940,00; e operações em débito, que somou R$ 2.544.649,00.

As buscas aconteceram nas residências dos investigados, bem como em empresas possivelmente ligadas ao suspeitos. Foram apreendidos aparelhos celulares, documentos e dispositivos de armazenamento. Todo o material será periciado e passa a compor o inquérito policial instaurado pela Polícia Civil.

Com a análise apresentada pelo COAF, foi constatado também que o pai da investigada possuía procuração da mesma para realizar transações, mas o mesmo também não apresentou qualquer atividade remunerada de forma legal.

Apesar dos valores movimentados, pai e filha se inscreveram no programa de assistência financeira “Auxílio emergencial”, que é destinado a pessoas de baixa renda e que foram impactadas pela pandemia de Covid-19. Ambos recebiam juntos o valor mensal R$ 1,2 mil.

G1.Globo.com

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento