Conectado por

Mato Grosso

PM de MT entrega medalha a cabo aposentado de 98 anos


Compartilhe:

Publicado por

em

Ao completar 98 anos, neste final de semana, o cabo da Polícia Militar de Mato Grosso, Benedito Cassiano Alvarenga, realizou mais que seu grande sonho de voltar a vestir a farda. Surpreendido em sua casa pelo comandante-geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, Alvarenga vestiu a farda e recebeu a medalha “Tenente Neteslau – Mérito Sangue de Mato Grosso”.

Atendendo ao pedido da família do cabo, o coronel não só autorizou o uso, como doou o fardamento e quis conhecer o policial para fazer a homenagem pessoalmente. A “Mérito Sangue” é concedida aos policiais feridos no cumprimento da missão de segurança.    

O encontro entre Assis e Alvarenga aconteceu no sábado (7). O comandante foi até a cidade de Rio Verde (MS) acompanhado de outros oficiais.

O cabo Alvarenga ingressou na PM de Mato Grosso em 1950, em Cuiabá. Anos mais tarde, em Bela Vista, na fronteira com o Paraguai, o militar foi atingido por vários tiros, um no peito e outro no braço, durante uma confusão em que um delegado e outro PM foram gravemente feridos.

Alvarenga conseguiu revidar a agressão, evitar que outras pessoas fossem atingidas e socorrer os companheiros até uma unidade médica. Os dois policiais, no entanto, morreram e ele passou quatro meses internado em um hospital de Campo Grande.

Por causa das sequelas da ocorrência, o militar aposentou-se precocemente.

Para o coronel Assis, essa é uma homenagem que a PM devia ao cabo. A história do cabo Alvarenga, segundo o comandante, “reflete a realidade policial cotidiana, a grande responsabilidade e os riscos que todos enfrentam na missão de proteger os cidadãos”.

Também participaram da homenagem o subchefe de Estado Maior, coronel Wankley Corrêa Rodrigues, o comandante e comandante-adjunto do 4º CR de Rondonópolis, coronel Wilker Sodré, e tenente-coronel Cândido, além do coordenador de Comunicação e Marketing, tenente-coronel Luiz Fernando Dias.

Família

Cabo Alvarenga é viúvo. Foi casado por 44 anos com Carmélia Duarte Alvarenga, com quem teve 8 filhos. Ele tem 12 netos e 20 bisnetos. Rodeado pela família, o militar recebeu a equipe do Comando da PM e depois celebrou o aniversário em uma festa que reuniu os parentes e amigos.

Dois netos dele são policiais. Inspirados pelo avô, a neta Elizane é cabo da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul. Já o neto, cabo Aldo, serve no Corpo de Bombeiros do mesmo Estado.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *