Conectado por
Governo de Rondônia

Rondônia

Pioneirismo na realização de exames da Covid-19 no Lacen possibilita efetivar ações de controle da doença em Rondônia

Publicado por

em


Continua após a publicidade

O Governo de Rondônia foi pioneiro no início da pandemia do novo coronavírus ao realizar exames específicos no Laboratório Central de Saúde Pública de Rondônia (Lacen/RO). Com kits enviados pelo Governo Federal para detectar a doença através de exame realizado em Porto Velho, foi possível dar celeridade ao diagnóstico e descarte dos casos suspeitos.

Esse trabalho foi possível a partir da capacitação antecipada de uma profissional do Laboratório, para detecção do Sars-CoV-2, vírus causador da Covid-19. Com isso, o Lacen que, até então, investigava os tipos mais comuns de vírus que causam doenças respiratórias em circulação no país (Influenza A e subtipificações, PCR-RT Influenza B, PCR-RT para Vírus Sincicial, Imunofluorescência Direta para outros vírus respiratórios), amplia o painel de vírus de transmissão respiratória analisados.

As amostras suspeitas são coletadas pelo Centros Estratégicos de Vigilância em Saúde (Cievs) de cada município e enviadas ao Lacen. Antes, as amostras suspeitas de Covid-19 coletadas em Rondônia eram enviadas ao Instituto Adolfo Lutz (IAL), em São Paulo, uma vez por semana, pois dependiam da análise e autorização de transporte das amostras.

TESTES EM PROFISSIONAIS

Os profissionais da rede pública estadual de Saúde, que atuam na linha de frente no combate ao novo coronavírusforam testados para a doença desde o início de abril, através da realização do exame de RT-PCR e testes rápidos, sendo que as coletas continuam sendo realizadas diariamente, conforme a necessidade de cada um.

A testagem reforçou as ações do Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), para promover um ambiente mais seguro para os profissionais que trabalham diariamente para atender a população.

O Ambulatório Covid foi montado dentro da Policlínica Oswaldo Cruz como forma de acolher os servidores da Saúde e da Segurança Pública, que estão atuando na linha de frente no combate ao novo coronavírus, para atendimento aos casos sintomáticos de síndrome gripal que necessitam de diagnóstico e conduta imediata em suspeita da Covid-19, dos profissionais e seus familiares, sem cruzamento de fluxo com outros usuários.

CONTROLE

Rondônia já testou, através do trabalho feito no Lacen336.425 pessoas até está sexta-feira (22), e com a ampliação da testagem foi possível avançar em ações de controle do contágio da doença.

A iniciativa possibilitou o fortalecimento da vigilância e identificação de novos focos de transmissão, assim também como a detecção de pessoas contaminadas, evitando novas contaminações, tendo em vista que estas foram isoladas.

Todas as medidas precisam ser acompanhadas do rigoroso cuidado da população em seguir as recomendações protetivas, a exemplo do uso de máscaras, distanciamento social e saídas de casa apenas quando necessário.

Fonte: Secom – Governo de Rondôn