Conectado por

Mato Grosso

Piloto de helicóptero da Força Nacional que caiu no Pantanal em MT tem alta e é transferido em UTI aérea para o RJ

Publicado por

em

O piloto e policial civil Renato de Oliveira de Souza, que estava no helicóptero da Força Nacional que caiu no Pantanal mato-grossense, em Porto Jofre, em Poconé, a 104 km de Cuiabá, no dia 8 de outubro, recebeu alta nesta quarta-feira (21), na capital.

Continua após a publicidade
Piloto de helicóptero da Força Nacional que caiu no Pantanal em MT tem alta e é transferido em UTI aérea para o RJ — Foto: Ciopaer

Piloto de helicóptero da Força Nacional que caiu no Pantanal em MT tem alta e é transferido em UTI aérea para o RJ — Foto: Ciopaer

Ele foi transferido em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea para a cidade do Rio de Janeiro, onde continuará o seu tratamento em casa.

Os destroços do helicóptero foram removidos do local no sábado (17).

Além do piloto, outras dois tripulantes ficaram feridos e sobreviveram.

Helicóptero da Força Nacional cai durante combate a incêndio no Pantanal de MT — Foto: Ciopaer

Helicóptero da Força Nacional cai durante combate a incêndio no Pantanal de MT — Foto: Ciopaer

As partes da aeronave foram retiradas com a ajuda de um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e foram colocadas em um caminhão.

A operação contou com militares da Força Nacional, Ciopaer e mecânicos de uma empresa responsável pelo helicóptero.

Destroços de helicóptero da Força Nacional que caiu no Pantanal são removidos em Mato Grosso — Foto: Ciopaer/MT

Destroços de helicóptero da Força Nacional que caiu no Pantanal são removidos em Mato Grosso — Foto: Ciopaer/MT

A aeronave, que auxiliava nos trabalhos da Operação Pantanal II, havia saído de Corumbá (MS) e estava na região de Poconé quando caiu.

Também estavam no helicóptero o copiloto Luiz Fernando Berberick, da Polícia Civil do Rio de Janeiro (RJ), e o 2° sargento PM Emerson Miranda Martins, da Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro.

As partes da aeronave foram retiradas com a ajuda de um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e foram colocadas em um caminhão — Foto: Ciopaer/MT

As partes da aeronave foram retiradas com a ajuda de um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e foram colocadas em um caminhão — Foto: Ciopaer/MT

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) vai investigar as causas do acidente.

G1