Conectado por

Justiça

PF faz operação para prender quadrilha especializada em furtar bancos e Correios de Rondônia


Compartilhe:

Publicado por

em

A Polícia Federal (PF) deflagrou uma operação, na manhã desta segunda-feira (17), para desarticular uma quadrilha especializada em furtar agências bancárias e os Correios em Rondônia. Ao todo, 70 policiais federais cumprem 13 mandados de prisão preventiva e 15 mandados de busca e apreensão através da “Operação Romaria”.

As investigações, segundo a PF, tiveram início a partir de um furto realizado na agência dos Correios de Ministro Andreazza (RO), em 20 de agosto do ano passado.

A PF identificou que, além desse furto, a associação criminosa foi responsável por outras três tentativas de furto e por dois roubos, nas agências dos Correios de Nova Brasilândia D’Oeste (RO) e de Itapuã D’Oeste (RO), em agosto 2017, e na Agência do Banco do Brasil em Nova Brasilândia D’Oeste, em 30 de abril deste ano.

Em Porto Velho, os roubos foram cometidos na agência dos Correios de Porto Velho, em 2 de fevereiro deste ano, e na Agência dos Correios de Itapuã do Oeste, em 10 de março.

Os presos responderão pelos crimes de furto qualificado, cárcere privado, roubo e associação criminosa.

A denominação da Operação Romaria é uma alusão à peregrinação dos envolvidos pelo estado para a prática de crimes.

De acordo com o coordenador de segurança dos Correios em Rondônia, Francisco Alves Prestes, para resguardar a segurança de funcionários e clientes e a integridade das encomendas e valores, os Correios tem investido em equipamentos de segurança e na capacitação dos colaboradores.

G1 entrou em contato com a assessoria do Banco do Brasil e aguarda um posicionamento sobre o caso.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *