Conectado por
Governo de Rondônia

Justiça

PF faz buscas em Mato Grosso contra homem que ameaçou executar ministro do STF e família

Publicado por

em


Continua após a publicidade

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (22), uma operação para cumprir mandados de busca e apreensão em Mato Grosso, contra um investigado por ameaças à vida do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes e seus familiares.

A Operação Shield foi autorizada pela Justiça Federal de Mato Grosso e visa obter elementos sobre um investigado no município de Paranatinga (a 337 quilômetros de Cuiabá).

Segundo a Polícia Federal, foram cumpridos dois mandados judiciais, sendo um de busca e apreensão, e outro de proibição de aproximação do ministro do STF e seus familiares, bem como dos seus locais de trabalho e residência.

O homem, morador do interior do Estado, teria dirigido as ameaças ao ministro e suas filhas. Em novembro, ele postou em uma rede social a seguinte mensagem: “Você Alexandre de Moraes e a sua família vai ser executada, e não tem mais volta você, você pediu isso, então toma tiro”.

Além disso, houve bloqueio da rede social utilizada para a perpetração das ameaças.

Os mandados foram expedidos pela 10ª Vara Federal de Brasília/DF.

Alexandre de Moraes é o relator de um inquérito instaurado “de ofício” em março do ano passado pelo então presidente do Supremo, Dias Toffoli, a fim de apurar ameaças a ministros do Supremo. Porém, esta ação não tem relação com o processo.

Olhar Direto