Conectado por

Agronegócios

Pesquisa dos EUA sobre o trigo ganha impulso

Publicado por

em

O Instituto Nacional de Alimentos e Agricultura do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) concedeu a Paul Esker US$ 455.000 para apoiar um projeto de pesquisa e extensão integrado de cinco anos, desenvolvido para melhorar as recomendações de manejo do trigo. Esker é patologista de plantas na Faculdade de Ciências Agrícolas da Universidade Penn State.

Continua após a publicidade

“Os produtores são desafiados pela complexidade das decisões necessárias para o gerenciamento eficaz de doenças do trigo”, disse Esker. “Através do nosso trabalho, aspiramos a criar recursos que os ajudem a tomar decisões econômicas e ambientalmente corretas, para que possam melhorar a saúde e a qualidade do trigo e aumentar a lucratividade”, completa.

Como parte de sua pesquisa, Esker e sua equipe de pesquisadores planejam desenvolver uma plataforma de apoio à decisão para o gerenciamento de doenças do trigo que integram a classe de mercado da cultura,a detecção de risco subjacente à doença e as melhores recomendações de gerenciamento. Os pesquisadores usarão a plataforma para obter dados definidos pelo usuário sobre as práticas de produção de trigo. Esker disse que os pesquisadores levarão esses dados e estudarão padrões que explicam a variação nas respostas em diferentes escalas espaciais.

“Colaboraremos com as partes interessadas para desenvolver programas de treinamento nos quais os produtores individuais possam adquirir experiência com diferentes cenários de gerenciamento de doenças”, afirmou ele. “Esperamos que a tecnologia desenvolvida neste projeto também possa ser facilmente aplicada a outros pequenos grãos”, indicou.

AGROLINK