Conectado por

Porto Velho

Parceria: Semagric e Embrapa querem desenvolver variedades de mandioca para uso industrial


Compartilhe:

Publicado por

em

Seguindo a política de fortalecimento da produção rural, importantes parcerias para desenvolvimento de tecnologia estão sendo firmadas

Em nome do prefeito Hildon Chaves o secretário de Agricultura, Luiz Cláudio e o diretor de produção da Semagric, Luis Carlos Coelho de Menezes, estiveram reunidos com o presidente da Embrapa, Alaerto Marcolan e o diretor de tecnologia, Frederico Machado, formalizando parceria para o desenvolvimento de cultivares de mandioca para uso industrial.

A Embrapa, segundo informou Luiz Cláudio da Agricultura, já tem pelo menos três variedades especificas para uso industrial, cujos testes mostraram capacidade de produção entre 20 e 40 toneladas por hectares.

“Existem outros cultivares que estão em desenvolvimento pelos pesquisadores da Embrapa e a parceria firmada com a gestão Hildon Chaves está consolidada”, disse Luiz Cláudio da Agricultura, anunciando que na primeira etapa a Embrapa vai capacitar técnicos da Semagric em metodologia de preparo de solo e plantio.

“Numa próxima fase vamos selecionar produtores e oferecer capacitação e multiplicar as variedades de mandioca que se mostrarem mais adaptáveis e produtivas. “Nossa intenção é alcançar área plantada de quatro a cinco mil hectares, envolvendo mais de mil produtores rurais. Isso garantirá a implantação de um industria no município, gerando assim milhares de empregos”, assinalou Luiz Cláudio, reiterando o apoio do prefeito Hildon Chaves em programas que beneficiem diretamente produtor rural, notadamente no modelo agricultura familiar.

“A parceira com a Embrapa é sobremaneira importante por conta do elevado conhecimento técnico e investimentos em pesquisas e tecnologia. A gestão Hildon Chaves busca a modernização da cadeia produtiva rural e o aumento da produtividade com melhoria das variedades cultivadas. A médio prazo, pretendemos colocar Porto Velho entre os maiores produtores de mandioca e derivados do Brasil”, garantiu o Luiz Cláudio da Agricultura.

Comdecom