Conectado por

Economia

Parcelamento e desconto de juros e multa para pagamento à vista com 13º ajuda a organizar finanças


Compartilhe:

Publicado por

em

  • Empresa já negociou faturas de 360 mil clientes desde o começo da pandemia em todo país
  • Pagamento à vista evita risco de efeito “bola de neve” com as contas em 2021, mas empresa também oferece opções de parcelamento
  • Pelo site, o cliente consegue parcelar contas com agilidade

Desde o início da pandemia de Covid-19, a Energisa tem adotado uma série de medidas para apoiar os clientes a manter as contas de energia em dia no cenário de crise econômica. Além do aumento no número de cadastros de Tarifa Social de Baixa Renda e do cumprimento de todas as medidas de restrição ao corte, a empresa ampliou o prazo de parcelamento e melhorou as condições gerais de negociação. Com a chegada do fim do ano e do 13º salário, a empresa quer privilegiar os clientes dispostos a resolver as pendências e começar o ano com as contas em dia. De agora até o fim de dezembro, contas em atraso poderão ser parceladas com isenção de juros e multas.

“O parcelamento ajuda a resolver questões pontuais, como foi a freada na economia e no emprego provocada na pandemia, mas não contribui para a organização financeira dos clientes, porque a conta de energia chega todo mês. Se o cliente tem condições, é importante colocar as contas em dia. O pagamento do 13º salário é uma boa oportunidade”, explica o gerente comercial da Energisa, Fernando Tupan.

Tupan lembra que foram oito meses com opções de flexibilização de pagamento e políticas mais flexíveis de corte, especialmente para clientes com a Tarifa Social de Energia que foram abrangidos pela Resolução da Aneel (nº 878/2020) até o final desse mês. Estar em dia com a distribuidora, porém, evita as ações de cobrança, a suspensão do fornecimento ou a negativação do nome, medidas que retornam inclusive para a baixa renda no fim desse mês. “Muitas famílias viram suas contas acumularem durante os meses. Por isso, campanhas como essa vêm em boa hora, para ajudar o cliente a começar o ano com mais tranquilidade”, frisou Tupan.

A negociação de débitos de forma parcelada continua disponível tanto para clientes residenciais como comerciais. A empresa analisa caso a caso para definir as condições. A Energisa entende este momento difícil e está analisando o perfil de cada cliente e oferecendo a melhor condição de parcelamento possível. Queremos evitar transtornos e temos um compromisso com os nossos clientes, mas é preciso garantir a sustentabilidade para os clientes e para a empresa, que fica com apenas 20 reais de uma conta de 100 reais, mas precisa pagar os outros 80 reais mesmo quando não recebe”, comenta o diretor-presidente da Energisa, André Theobald. A negociação de débitos pode ser realizada nas agências de atendimento ou através do 0800 647 0120.

Agência Virtual

O parcelamento de dívidas é uma das novidades da nova Agência Virtual disponível no site www.energisa.com.br“Sem precisar sair de casa, o cliente tem acesso a maioria dos serviços que também são oferecidos na agência. O site tem uma linguagem simples e um visual intuito que facilita a navegação”, afirma o coordenador de atendimento da Energisa, Edimilson Bandeira.

Para acessar, o cliente informa o CPF do titular e cadastrar a senha. O sistema busca automaticamente todas as informações. Se o titular tiver mais de uma unidade consumidora, é só selecionar o endereço desejado e solicitar o serviço desejado para aquele imóvel.  Na aba Fatura, clicar em “Negociar dívida” e escolher o parcelamento desejado. “Para concluir a negociação, é importante marcar a opção ‘Acertar termo’ e então a negociação é concluída”, explicou o coordenador. Confira os serviços disponíveis no www.energisa.com.br

  • Emissão de segunda via
  • Alteração de data de vencimento
  • Consulta de débitos
  • Histórico de consumo
  • Declaração de quitação
  • Informar leitura
  • Débito automático
  • Negociar dívida
  • Atualizar dados da fatura
  • Cadastrar fatura por e-mail
  • Informar falta de energia
  • Alteração de carga
  • Religação de energia
  • Alteração de demanda
  • Nova ligação

Siga os passos abaixo:

(Assessoria)