Conectado por

Elza Amorim Carvalho

Origem da vida – Por Elza Amorim Carvalho

Publicado por

em

Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis; 
Romanos 1:20

As buscas internas nunca irão cessar, pois o Ser humano vai sempre mudar, mudar de costumes, de atitudes, de sentimentos, de vontades,  de querer. 
A vida é erguida sobre mudanças, mudanças estas que podem ser boas ou não. Depende do que, de quem e para que, se propõe mudar. 
A vontade de chegar a algum lugar sempre vai estar presente para aqueles que não se conformam com a mesmice, mas que buscam pelo novo, pelo conhecer, pelo saber. 
Assim como, o medo de seguir em frente, também, sempre vai surgir, para tentar nos colocar contra a balança da razão. 
Mas o que é o medo senão  um sentimento que desperta na medida em que a dúvida é gerada?

Essa é a questão de tanta mediocridade, a incerteza do que não se conhece.
A falta do saber aprisionam as pessoas no fracasso interno.  Quando não se sabe, fica-se a mercê dos que dominam.
Se os dominadores tiverem luz, mesmo os que não entendem, beneficiam-se no clarão da bondade,  mas, se os que dominam estiverem sob julgo da escuridão, o breu irá assolar por todos os lados.

As pessoas não sabem quem são elas mesmas, não entendem como existem, e porque elas vivem.
Estão submersas em contos e histórias promovidas por mentes aparentemente brilhantes, mas que ergueram-se, cheias de controvérsias, e em muitas vezes, em distúrbios e fantasias. 
A vida foge ao entender daqueles que se negam a aceitar a verdade, visto a verdade, contradizer os argumentos dos homens.
Por isso, a humanidade vive aprisionada em uma hipotermia frustrante quanto ao verdadeiro conhecer,  achando que a vida é esse punhado de atributos que dizem os homens.

A vida é muito mais, e ela faz todo o sentido para quem entende como ela surgiu, e que, ela não terá fim. Para aqueles que aceitam os seus princípios sem querer rasgar o manual do seu escritor. 
A vida veio a existir não por vontade  de quaisquer mente que pensa ter luz, ela existiu e é constituída por àquele que é a própria luz, que é um fogo consumidor, Deus.
Para alguém conseguir entender a preciosidade que contém viver, precisa mergulhar na fonte da sua origem,  Deus.
Tudo começa e termina dentro Dele e por Ele.

Pra. Elza Amorim Carvalho 
@Praelzacarvalho
# nas redes sociais.
Email: [email protected] gmail.com

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *