Conectado por

Rondônia

Operação desmonta acampamento de grileiros em parque nacional de Rondônia


Compartilhe:

Publicado por

em

Ação aconteceu em parceria entre Polícia Militar e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Mais de dois mil hectares viraram capim do gado.

ma operação conjunta entre a Polícia Militar e agentes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) desmontou um acampamento de grileiros dentro do Parque Nacional do Pacaás Novos, em Campo Novo, região de Rondônia. O local fica a pouco mais de 300 quilômetros de Porto Velho. A ação durou quatro dias.

No local, os agentes se depararam com áreas desmatadas e árvores nobres cortadas. As equipes destruíram os acampamentos, mas nenhum grileiro foi localizado.

Operação desmonta acampamento de grileiros em reserva de Rondônia

Operação desmonta acampamento de grileiros em reserva de Rondônia

Os policiais apreenderam motos, armas, munições e anotações de aloteamentos na área que também faz parte da maior reserva indígena de Rondônia.

Os grileiros, primeiro, escolhiam a área a ser desmatada, demarcavam os terrenos, limpavam o espaço e jogavam semeste de capim. A estimativa, segundo o ICMBio, é que, nos últimos dois anos, mais de dois mil hectares viraram capim do gado no Parque Nacional.

 Armas, munições e anotações em cadernos foram encontrados em acampamento. (Foto: Reprodução/ TV Globo)

Armas, munições e anotações em cadernos foram encontrados em acampamento. (Foto: Reprodução/ TV Globo)

De acordo com o gestor substituto do Parque Nacional do Pacaás Novos, Carlos Rangel da Silva, os grileiros invadem as áreas para plantar e criar gado.

“É fazer com que aprovem um desmembramento de áreas que eles estão invadindo para a plantação, ao cultivo e, principalmente, criação de gado. Mas nós vamos impedir que isso aconteça”, explicou.