Conectado por

Rondônia

Ônibus voltam a circular em Porto Velho após 11 dias sem transporte coletivo


Compartilhe:

Publicado por

em

Veículos voltaram a circular na tarde desta sexta-feira (1º). Serviço deve ser normalizado a partir da próxima segunda-feira (4), segundo o Sitetuperon.

Os ônibus voltaram a circular em Porto Velho na tarde desta sexta-feira (1º), após 11 dias de impasse e sem transporte coletivo na capital rondoniense. Os trabalhadores seguiram para a garagem depois de uma assembleia no Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo (Sitetuperon).

Segundo o presidente do Sitetuperon, Francinei Oliveira, a nova empresa que assumiu o serviço concordou com a rescisão indireta e recontratou os funcionários. “Saiu uma escala de trabalhadores hoje ainda que deve ser cumprida”, disse.

Francinei pontuou também que a média de carros que devem sair nesta sexta-feira varia de 60 a 70 veículos, mas que o serviço começará a ser normalizado a partir da próxima segunda-feira (4).

Transporte coletivo é parcialmente retomado na capital

Transporte coletivo é parcialmente retomado na capital

Em sua página no Facebook, o prefeito Hildon Chaves confirmou que toda a frota deve estar rodando na cidade até segunda e que, agora, “a questão está resolvida”. “Que é justamente o momento da volta às aulas”, complementou o chefe do executivo municipal.

Nos comentários dentro da rede social, Hildon confirmou ainda que lançará um edital para o processo licitatório em 30 dias, que objetiva tentar resolver a situação.

Mas ainda há débitos?

Conforme o presidente do Sitetuperon, Francinei Oliveira, o ticket dos trabalhadores caiu também nesta sexta-feira, um dia após o Consórcio SIM ter R$ 360 mil bloqueados.

O bloqueio, segundo o juiz William Kraemer Poerner , foi pelo pagamento do ticket refeição e de cestas básicas referentes a janeiro de 2019. “Sobre a cesta básica, precisamos encaminhar uma lista em juízo para o magistrado acertar diretamente com o fornecedor”, ressaltou Francinei.

Ainda segundo o presidente do Sitetuperon, a empresa que cuida agora do transporte coletivo da cidade não vai pagar nada aos trabalhadores. Apenas no quinto dia útil do próximo mês.

Ele informou também que os funcionários seguem aguardando a rescisão por parte do Consórcio SIM. O caso deve ser resolvido durante uma nova audiência na 7ª Vara do Trabalho, marcada para o dia 13 de fevereiro.

Em nota, o Consórcio SIM esclareceu que a empresa do Amapá Amazônia Transportes Fretamento e Turismo Ltda (Amazontur), sócia dele, “passará a coordenar todas as ações administrativas da operação do sistema” em conjunto com a Prefeitura de Porto Velho. No texto também diz que “Ideal Locadora não responde mais” pelo consórcio (veja íntegra abaixo).

Veja a cronologia do caso até o momento:

  • 21 de janeiro – Trabalhadores de transporte coletivo resolvem paralisar as atividades. O motivo foi salários atrasados e benefícios cortados pelo Consórcio SIM. No mesmo dia, o TRT diz que o movimento é ilegal.
  • 23 de janeiroFuncionários suspendem a greve. O motivo foi pela não penalização imposta pelo TRT. Sitetuperon e representantes do Consórcio SIM se reúnem no TRT, mas a conversa termina sem acordo. Consórcio declara problemas financeiros.
  • 25 de janeiro – Transporte coletivo é suspenso novamente por falta de combustível. Consórcio SIM nega falta de combustível e ressalta novamente problema financeiro.
  • 26 de janeiro – Sitetuperon se reúne com a maioria dos funcionários e eles decidem pela demissão em massa.
  • 27 de janeiro – Consórcio SIM emite nota alegando não ter sido notificado da decisão e pede que os funcionários sigam trabalhando até a audiência pública de 30 de janeiro.
  • 28 de janeiro – Prefeitura de Porto Velho diz que vai adotar medidas para solucionar a crise.
  • 30 de janeiro – Ocorre audiência na 2ª Vara da Fazenda Pública. Durante a reunião, uma nova empresa se propõe em assumir o transporte coletivo de Porto Velho, mas pede adiantamento de quase R$ 4 milhões à prefeitura.
  • 31 de janeiro Justiça bloqueia R$ 360 mil do Consórcio SIM pelo pagamento do ticket refeição e de cestas básicas referentes a janeiro de 2019 aos trabalhadores.
  • 1º de fevereiro – Trabalhadores do transporte coletivo retornam após assembleia com o Sitetuperon. No mesmo dia, o ticket refeição cai na conta dos funcionários. Ônibus voltam a rodar nas ruas de Porto Velho durante a tarde.

Confira a nota do Consórcio SIM sobre a Amazontur assumir o transporte coletivo:

Nota do Consórcio SIM aos fornecedores e parceiros comerciais

Por decisão do juízo da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Velho – em audiência realizada no dia 30 de janeiro de 2019 – a empresa Amazontur, sócia do Consórcio SIM, passará a coordenar todas as ações administrativas da operação do sistema junto com a Prefeitura Municipal de Porto Velho, a partir do dia 1º de fevereiro de 2019.

Com esta decisão, vem o Consórcio informar aos seus fornecedores e parceiros comerciais que a empresa Ideal Locadora não responde mais por compromissos assumidos em nome do Consórcio.

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento