Conectado por

Religião

O perdão gera consolo – Por Norbert Lieth


Compartilhe:

Publicado por

em

Sim, irmão, eu gostaria de receber de você algum benefício por estarmos no Senhor. Reanime o meu coração em Cristo!” (Filemom 20)

O versículo fala em “benefício por estarmos no Senhor” e “reanime o meu coração em Cristo”. Comparemos isso com o versículo 7, onde consta: “Seu amor me tem dado grande alegria e consolação, porque você, irmão, tem reanimado o coração dos santos”. Isso não significa nada além de: “Comprove seu amor e consolo nesta situação, como você sempre comprovou”.

Filemom deveria perdoar, e com isso Paulo teria benefício pelo seu trabalho com Onésimo. Aquilo que o apóstolo havia conseguido realizar em Cristo estaria assim complementado, e o coração de Paulo seria reanimado “em Cristo”.

Podemos ver qual era o real interesse de Paulo; não o êxito do seu trabalho, mas o importante era unicamente Jesus. Paulo estaria feliz no Senhor e reanimado em Cristo se o evangelho de Jesus fosse ainda mais valorizado com o perdão de Filemom.

O Senhor perdoou e aceitou Onésimo. Se vivemos com a mentalidade de Cristo, então devemos fazê-lo também. Podemos ser mutuamente benéficos, nos reanimando e alegrando quando abrimos espaço para o amor que não atribui o pecado.