Conectado por

Religião

O nobre planeja coisas nobres e nessas coisas persevera

Publicado por

em

Isaías capítulo 32:8 diz que o homem nobre planeja coisas nobres e nestas coisas nobres persevera. Há uma única mente, por trás de toda a Bíblia Sagrada e que se revela ao longo das páginas das Escrituras como sendo um espírito elevado, generoso e nobre. Cada um produz segundo a sua própria espécie. Deus produz segundo a própria espécie. E um Deus que é nobre, produz frutos nobres, filhos nobres. Jesus foi a semente de Deus para iniciar uma nova geração de muitos filhos semelhantes a ele, Jesus.

Se você acredita de verdade, que é filha de Deus, filho de Deus. Que é um fruto de Deus. Dentro de você, existe essa essência, esse DNA. O DNA de Deus, de nobreza. O nobre planeja coisas nobres. Em momentos como este, quando você entra na sua casa fecha a porta e só está você e você. Quando você está afetado pelo dia, a preocupações, as coisas que lhe aconteceram, os prejuízos, as pessoas que lhe fizeram bem ,outras que não fizeram tão bem, quando você é instado a reagir, a desejar coisas a essas pessoas, a sentir alguma coisa por essas pessoas. É nesse momento que você pode olhar para o fruto, e pode ter o fruto como um espelho. É nele que está registrado o seu DNA. É nele que está a sua credencial que diz quanto de Deus, de verdade, tem você. Existe dentro de você.

O nobre planeja coisas nobres. O sentimento que moveu Jesus a andar pelas estradas poeirentas da Palestina, perdoando os pecados, levantando o fraco, curando os doentes, Dando oportunidade a agente que talvez nem merecesse uma nova oportunidade, revela bem a nobreza do coração deste Deus. Esse Deus que, pregado na cruz, pede misericórdia e clemência àqueles que foram seus executores. No momento como esse, em que nós, a nossa geração está sendo tão testada, tão provada, nós temos a oportunidade de olharmos para os frutos que temos, que produzimos, para os sentimentos que movem o nosso coração, a nossa alma, aquilo que desejamos às pessoas que nos fazem bem ou que nos fazem mal, o que nós planejamos para nós e para os outros. E nós podemos, com discernimento, identificar de quem somos e quem somos.

Eu desejo uma bênção de Deus muito grande sobre a sua vida. E que Deus nos dê a oportunidade de hoje nós termos discernimento, identificando quem somos, se não percebermos os frutos de Cristo, os mesmos sentimentos que moveram a Cristo Jesus, o que nós possamos pedir a Deus uma nova conversão, que possamos elevar o nosso padrão ao nível do padrão de Deus, que é Cristo. Que possamos começar de novo e que possamos planejar e desejar, às pessoas, à humanidade, aos que nos cercam, mais luz, mais justiça, mais verdade, mais amor, mais de Deus.

Que Deus te abençoe. Que Deus nos ajude. Um abraço todo especial.

Roberto de Lucena é Pastor e Deputado Federal (Podemos) por SP. Presidente da Frente Parlamentar de Defesa dos Direitos Humanos e pela Justiça Social e ex-presidente da Frente Parlamentar de Liberdade Religiosa.

*O conteúdo do texto acima é uma colaboração voluntária, de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Guia me