Conectado por

Acre

O martírio de quem precisa tirar Carteira de Trabalho na OCA


Compartilhe:

Publicado por

em

Se você, leitor, precisar tirar a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), um dos documentos mais importantes para o cidadão, na OCA em Rio Branco, se prepare para exercitar a velha e boa paciência.

No mínimo, vai precisar chegar muito cedo e contar com a sorte para conseguir uma ficha de atendimento.

Quem passou por essa situação na manhã de quinta-feira , 21, foi a advogada Laura Araruna. “Isso é um absurdo. Já é a terceira vez que venho aqui na OCA tentar tirar uma segunda via da minha Carteira de Trabalho. Todas as vezes não tinha mais ficha. Hoje, cheguei às 8 horas e mesmo assim não consegui atendimento. Ter que madrugar na fila por algo tão simples é um desrespeito ao cidadão”, afirma.

Detalhe, a OCA é o único lugar, em toda capital acreana, que emite a Carteira de Trabalho e Previdência Social.

A incapacidade em atender a população que procura pelo serviço foi confirmada pelo Gerente de Relacionamento da OCA em Rio Branco, Aírton Queiroga. Ele culpa a quantidade insuficiente de servidores. “Na história da OCA estamos atualmente com o menor quadro de agentes públicos. Para se ter uma ideia, eu estou aqui desde o início desse projeto, e quando a OCA foi inaugurada nós tínhamos 550 servidores, hoje temos apenas 264 agentes públicos. Um complicador a mais é que saímos de uma média de 4 mil atendimentos diários para mais de 6 mil atendimentos. Isso explica o aumento no tempo de espera para ser atendido”, afirma.

A situação em relação a emissão de Carteira de Trabalho foi agravada com a decisão do Governo do Acre em fechar a unidade do SINE (Sistema Nacional de Empregos) que ficava localizada do Bairro do Bosque e concentrar todos os serviços na OCA. “Todo o serviço tá concentrado agora aqui na OCA e os servidores que vieram do antigo endereço para atender, além de ser não ser em número suficiente, ainda estão passando por uma capacitação, já que o sistema da OCA é diferente”, exalta Queiroga, exaltando que para os demais serviços do SINE não há limite por senha.

A demora nos atendimentos na OCA deve permanecer por um bom tempo, já que o Gerente de Relacionamento explica que não há previsão para a contratação de novos servidores. “A curtíssimo prazo não tem. Infelizmente, estamos trabalhando no fio da navalha, com um aporte mínimo de servidores e uma demanda elevada”, esclarece Aírton.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *