Conectado por

Saúde

Nutricionista dá dicas para ajudar a aliviar o clima seco


Compartilhe:

Publicado por

em

Conviver com o tempo seco e a baixa umidade relativa do ar tem sido uma tarefa árdua nessa época do ano para os mato-grossenses. Entretanto, com o clima comparado ao de deserto, com altas temperaturas, nada mais importante do que tomar algumas precauções.

A nutricionista do Fort Atacadista, em Cuiabá e Várzea Grande, Rafaela Curcino Moreira, reforça que a principal recomendação para os dias secos é tomar bastante água, que ajuda a aliviar a irritação na garganta provocada também pela fumaça produzida pelas queimadas que tomaram conta do estado.

“A quantidade de litros a serem ingeridos depende de cada pessoa, mas o ideal é no mínimo dois litros de água por dia. Carregar uma garrafinha de água consigo também motiva a lembrar de sempre beber”, afirma. Além disso, nos dias quentes, o corpo transpira muito mais e é preciso repor essa perda.

Rafaela indica ainda o consumo de chás gelados. “Os chás devem ser consumidos sem adição de açúcar e são ótimos pelos benefícios que trazem à saúde por serem naturais, como o chá de hortelã, por exemplo, que atenua os sintomas da asma e bronquite e também pode ser usado como calmante”.

As refeições devem ser leves e coloridas com a adição de frutas, legumes, verduras, proteínas e fibras. “As verduras mais adequadas são as folhosas como alface, espinafre, rúcula, couve e os legumes como tomate, pepino, rabanete, cenoura e couve-flor, que são leves e de fácil absorção”, ensina.

Os cuidados devem ser redobrados quando o cansaço e a indisposição surgirem, podem ser sinais de que o corpo está desidratado. “Nesse caso, a água de coco, rica em sais minerais e magnésio e os sucos naturais ajudam na hidratação”, conclui a nutricionista.

Dica de suco refrescante:
– 1 abacaxi descascado
– 20 folhas de hortelã fresca
– 3 rodelas de gengibre
– 500 ml de água
– 300 ml de água de coco (opcional)
– Gelo a gosto

As lojas da rede Fort Atacadista estão localizadas nas Avenidas Miguel Sutil e Fernando Corrêa da Costa, em Cuiabá, e na Avenida da FEB, em Várzea Grande.

ASSESSORIA