Conectado por

Mato Grosso

Número de títulos enviados para protesto aumenta em Mato Grosso

Publicado por

em

O Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil Seção Mato Grosso (IEPTB-MT) informa que a procura pelo protesto extrajudicial de títulos e documentos de dívida é cada vez maior tanto por empresas quanto por órgãos públicos.

Segundo a presidente do Instituto, Velenice Dias, em 2018 foram 255.345 títulos públicos enviados para protesto, sendo que, em 2019, o número aumentou para 554.784. Em valores, referindo-se à efetividade no recebimento somente de títulos públicos, foram auferidos imediatamente pelos Cartórios de Protesto de Mato Grosso, no ano de 2019, no período de até três dias úteis, R$ 37.188.771,18, cujo valor foi repassado aos respectivos credores.

Já em relação aos títulos privados, em 2018 foram enviados para protesto 8.503 e, em 2019, 32.870. O incremento no setor privado ocorreu devido à alta quantidade de convênios firmados diretamente com empresas nos mais variados ramos de atividade.

“Os Cartórios de Protesto têm tido papel fundamental na recuperação da economia em Mato Grosso. Basta olhar os números, que são espetaculares, e mostra que o protesto extrajudicial é o instrumento mais adequado à recuperação de créditos. Aliado a isso, destaco que o procedimento é gratuito ao credor, ou seja, a despesa com os emolumentos do cartório é de responsabilidade da pessoa que deu causa ao inadimplemento. Isso também tem facilitado muito a procura pelo protesto”, finaliza Velenice Dias.

Interessados em obter mais informações sobre convênio para protesto de título e documentos de dívida devem entrar em contato com o Instituto de Protesto pelos telefones (65) 3621-3046/99612-7651 ou pelo e-mail comercial@protestomt.com.br.

FONTE: ASSESSORIA