Conectado por

Mato Grosso

Número de incêndios no Pantanal mato-grossense em setembro é 7 vezes maior do que no ano passado

Publicado por

em

O número de focos de incêndios em setembro de 2020 foi sete vezes maior que a quantidade em setembro do ano passado. Foram 5.859 focos, de acordo com os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Continua após a publicidade

Em setembro de 2019, foram 800. No mesmo mês, em 2018, a quantidade foi ainda menor: foram registrados 406 focos no Pantanal mato-grossense.

Já foram registrados mais de 11 mil focos de incêndios no Pantanal mato-grossense, até esta quinta-feira (1º). O número é dez vezes maior do que no mesmo período do ano passado, quando, de janeiro a setembro foram registradas 1.147 focos.

Os incêndios no Pantanal mato-grossense já devastaram mais de 2,5 milhões de hectares, sendo 311 mil somente nas últimas duas semanas, o que representa 17,8% da área total queimada. Os dados são do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA) Prevfogo em parceria com o Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais (LASA/UFRJ)

Fumaça sobe de incêndio no Pantanal em Poconé, Mato Grosso, no dia 27 de agosto. — Foto: Amanda Perobelli/Reuters

Fumaça sobe de incêndio no Pantanal em Poconé, Mato Grosso, no dia 27 de agosto. — Foto: Amanda Perobelli/Reuters

As queimadas no bioma duram mais de dois meses. Nas últimas semana ocorreram chuvas isoladas, que não foram suficientes para conter as chamas.

De acordo com o governo de Mato Grosso, já foram mais de R$ 22 milhões gastos para o enfrentamento dos incêndios no bioma, com o uso de 40 equipes espalhadas por todo o estado para o combate ao fogo, sete aeronaves, três helicópteros e mais de 2.500 profissionais envolvidos, desde bombeiros militares, voluntários, integrantes da Defesa Civil e do Exército.

O governo já aplicou mais de R$ 190 milhões em multas por uso irregular do fogo e tem endurecido contra os criminosos, sendo que as multas estão sendo levadas para os órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa, além das implicações criminais.

G1