Publicada em 31/01/2018 às 16:36

Alunos da Unemat desenvolvem projetos arquitetônicos de hospitais para Sorriso e Alta Floresta

Os dois melhores projetos propostos pelos acadêmicos durante a disciplina "Projeto de Arquitetura 7", ministrada pelo professor Fernando Birello, foram conhecidos recentemente, e o detalhamento arquitetônico mais a compatibilização dos projetos complement

Alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) em Barra do Bugres estão desenvolvendo os projetos arquitetônicos do novo Hospital Regional do Vale do Teles Pires, em Sorriso, e o do Hospital Regional Albert Sabin, em Alta Floresta. Os dois melhores projetos propostos pelos acadêmicos durante a disciplina "Projeto de Arquitetura 7", ministrada pelo professor Fernando Birello, foram conhecidos recentemente, e o detalhamento arquitetônico mais a compatibilização dos projetos complementares, em nível de projeto Básico, prontos para os trâmites licitatórios da primeira das três fases de construção, foram entregues nesta terça-feira (30.01).

"O atual caso de projeto demandado por Sorriso foi, até agora, bem mais ambicioso e de grande escala, em se comparando com os casos desenvolvidos até então. O Consórcio havia ganho uma área de cerca de 10 hectares para a construção do novo hospital com 600 leitos. Estrutura essa que, dentro da bibliografia de nossa área, terá condições de atender em torno de 400 mil pessoas, que é a população estimada dos 15 municípios atendidos pelo consórcio. Essa imensa quantidade de leitos será construída nas três fases de implementação do empreendimento, cada qual com 200 leitos", relata Birello.

Dentre as cinco propostas desenvolvidas durante o semestre 2017/2 pelos alunos do 8º período do curso, duas seguem à terceira etapa, a do detalhamento arquitetônico e dos projetos complementares. A proposta do grupo formado pelos alunos Lauane Coutinho, Luiz Henrinque Catelan, Marlon Marloski, Marlon Müller, Murillo Santos, Tatiane Guiratti, Vanessa Beato e Victória Araújo, e a dos alunos Ana Poliana Dutra, Iury Bassan, Jackeline Paulo, Lígia Lojol, Maria Izadora Alcântara, Mayara Pagnussatti, Vanessa Alves e Vinícius Marciniak, respectivamente para os hospitais regionais de Sorriso e de Alta Floresta, passaram pelas bancas Técnica (1ª Avaliação) e Leiga (2ª Avaliação) com a presença do prefeito de Sorriso e presidente do Consórcio Público de Saúde do Vale do Teles Pires, Ari Lafin, do assessor Jurídico do Consórcio, Julcimar Zuchi, do arquiteto consultor da Secretaria de Cidade de Sorriso, Fábio Miguel dos Santos, do gerente assistencial do Hospital Albert Sabin, Eder Mendonça, e do administrador do Hospital, Dereque Debrassi.

Segundo o professor Birello, a prefeitura de Vilhena, em Rondônia, também procurou a Unemat em busca de um Projeto de Hospital Regional, e foi encaminhado um terceiro estudo dentre aqueles da turma de "Projetos Arquitetônicos 7" para apreciação e, neste momento, está em negociação a contrapartida dos planos de estágio, dentro da modalidade de projetos que já foram realizados para Sorriso e Alta Floresta.

O professor explica que divide, dentro da disciplina, as partes operacionais do projeto em três, com a realização de três avaliações, baseadas no princípio das fases de desenvolvimento de startups: Inspiração, Ideação e Realização, desde os primeiros projetos desenvolvidos pelos acadêmicos do Curso.

"Na primeira etapa trabalhamos a Inspiração, com as fundamentações conceituais, técnicas e funcionais, visita in loco e conversa com profissionais da área. A primeira etapa nos fornece base para a segunda, a da Ideação, quando trabalhamos o desenvolvimento das estratégias de projeto de cada grupo para a intervenção e cumprimento do novo programa de necessidades em si. Na terceira e última etapa, a da Realização, os estudos escolhidos são completamente detalhados pela turma em conjunto com a disciplina de Compatibilização de Projetos", especificou o professor.

As parcerias entre a Unemat e a sociedade, por meio de ações interinstitucionais como a do curso de Arquitetura e Urbanismo, ajudam a promover o desenvolvimento do Estado. Também geram benefícios para a formação dos alunos que experimentam créditos de extensão ao exercício de algumas disciplinas e, neste caso, ao final da disciplina, poderão vir a obter bolsas de estágio em Sorriso e Alta Floresta para desenvolverem, com tempo hábil maior, os projetos por eles propostos.

A parceria: A parceria entre o curso de Arquitetura e Urbanismo e o Consórcio Público de Saúde do Vale do Teles Pires para o desenvolvimento de Projeto Arquitetônico e Complementares de Estabelecimento Assistencial de Saúde (EAS) de média ou alta complexidade foi proposta pelo Curso ao prefeito de Sorriso e presidente do Consórcio, Ari Lafin. O Consórcio envolve 15 municípios: Cláudia, Feliz Natal, Ipiranga do Norte, Itanhangá, Lucas do Rio Verde, Nova Maringá, Nova Mutum, Nova Ubiratã, Santa Carmem, Santa Rita do Trivelato, Sinop, Sorriso, Tapurah, União do Sul e Vera.

Projetos: O curso de Arquitetura e Urbanismo da Unemat vem desenvolvendo ações interinstitucionais de grande relevância na área de saúde e outros dentro de seu programa de extensão "Oficina Comunitária de Arquitetura" (OCA) e de disciplinas que detém créditos práticos, além de outros projetos como:

- Projeto arquitetônico do novo Hospital Regional de Sorriso;

- Projeto arquitetônico para o novo Hospital Regional Albert Sabin, de Alta Floresta;

- Requalificação funcional e predial do Centro de Especialidades médicas no Bairro Maracanã, em Barra do Bugres;

- Desenvolvimento do Centro de Inovação do Polo Tecnológico do Estado, encomendado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação;

- Requalificação urbana e paisagismo de praça no Jardim Aeroporto, em Barra do Bugres; 

- Anteprojeto de Arquitetura para o Aeroporto de Tangará da Serra, encomendado pela Secretaria de Planejamento e de Obras do município;

- Revisão dos Planos Diretores e desenvolvimento dos Planos de Mobilidade Urbana para Barra do Bugres e Cáceres;

- Saneamento básico para as comunidades Camarinha e Morro Redondo, em Barra do Bugres, com protótipos de fossas biodigestoras;

- Projeto "Casa de madeira" para famílias que moram em casas improvisadas em Barra do Bugres;

- Projeto arquitetônico de um Centro Cultural na aldeia Bakalana, com a promoção de ações que possam gerar renda através de oficinas de técnicas construtivas tradicionais;

- Participação nas edições do Projeto Rondon, e em julho próximo participará pela terceira vez, agora na Operação Palmares, no município de Belém, em Alagoas;

- Projeto de requalificação urbana por meio do parque linear "Caminho do Bugres", de interesse social, de regularização fundiária e de educação ambiental às margens do córrego urbano Tanque.

Autor: UNEMAT COMUNICA
Fonte: O NORTÃO

Comente com o Facebook