Conectado por

Acre

No Acre, Justiça concedeu adoção a 78 crianças e adolescentes no último ano

Publicado por

em

Continua após a publicidade

A Justiça Acreana ainda comemora um dos feitos de 2019. Durante um ano, o Judiciário concedeu a adoção de 78 crianças e adolescentes em todo o estado. Destas, 53 foram deferidas pela 2ª Vara da Infância e Juventude de Rio Branco, seis pela Comarca de Epitaciolândia, cinco pela Comarca de Tarauacá e quatro pela Comarca de Manoel Urbano.

Segundo as unidades judiciárias, atualmente há apenas sete infantes aptos para a adoção em todo o Acre. Com relação a estas, um processo judicial está em trâmite, sendo possível que elas retornem para suas famílias ou não.

Uma das adoções de Epitaciolândia foi consolidada no último mês de dezembro. Miguel foi adotado por Airton Melo. Solteiros, divorciados e viúvos também são aptos a ingressar em processo de adoção, sem que enfrente qualquer entrave legal por sua condição, desde que sejam atendidos os requisitos essenciais de possuir mais de 18 anos de idade e ter a diferença mínima de 16 anos entre adotante e adotado.

O TJAC lançou campanha em 2019 para incentivar a adoção, denominada “Compartilhe Amor. Adote”. A ação deu destaque para a Adoção Tardia, ou seja, para crianças que tem mais de sete anos de idade.

Fonte: TJ/AC

AC24HORAS