Conectado por

AL/MT

MT: Janaina Riva critica ausência e diz que Emanuel é distante do MDB


Compartilhe:

Publicado por

em

Encontro do MDB ocorreu na segunda-feira; deputada garante que prefeito nunca foi a nenhum evento

A deputada Janaina Riva: “Ele não participa dos atos do partido. Ele é distante”

Vice-presidente do MDB, a deputada estadual Janaina Riva criticou a ausência do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro no evento do partido que ocorreu no início desta semana.

O encontro ocorreu durante todo dia em um hotel em Chapada dos Guimarães (71km de Cuiabá) e contou com a presença de prefeitos e deputados emedebistas, de membros da bancada federal e do governador Mauro Mendes (DEM).

Após o encontro, Emanuel afirmou à imprensa que não foi pois não participaria de “palanque armado” para o governador. Mendes e Emanuel são inimigos políticos, embora o MDB integre a base governista.

“O Emanuel cometeu um erro de não comparecer. Você discute a divergência partidária dentro do partido. Essa reunião não foi de forma alguma uma reunião para o governador”, afirmou a deputada ao programa Notícia de Frente, da TV Vila Real.

Ele nunca compareceu em nada do partido e é isso que mais me incomoda, porque insiste em dizer que será candidato pelo partido e sequer conhece seu partido direito

“Ele [Mendes] ficou lá por no máximo duas horas e depois ficaram todos os prefeitos, deputados. A gente debateu políticas públicas para o Estado de Mato Grosso”, emendou.

Segundo Janaina, Emanuel nunca foi a nenhum evento promovido pelo partido. O prefeito não compareceu nem à convenção que lançou sua candidatura à reeleição em setembro de 2020.

“O Emanuel nunca foi em um evento do partido. Senão me engano teve um evento que ele compareceu, que foi quando Baleia Rossi [presidente nacional da sigla] esteve aqui, mas antes mesmo de ele ser candidato à reeleição”.

“Ele nunca compareceu em nada do partido e é isso que mais me incomoda, porque insiste em dizer que será candidato pelo partido e sequer conhece seu partido direito”, completou.

A parlamentar se refere ao fato de Emanuel, por vezes, se colocar como possível candidato ao Governo de Mato Grosso na eleição do próximo ano.

Uso do partido

A emedebista voltou a dizer que o prefeito não tem ambiente dentro da sigla para se lançar ao Paiaguás. Isso se dá em parte pela ausência de Emanuel nas atividades partidárias.

“Eu não gosto desse uso do partido, ele não tem autonomia e nem condições hoje de dizer que tem apoio do partido porque ele desconhece o partido. Ele não participa dos atos do partido. É distante, e o partido sequer coloca em qualquer hipótese a probabilidade dele ser candidato”, afirmou.

“Isso, por exemplo, na reunião sequer foi tratado. Ninguém perguntou sobre o assunto, que hoje é algo é fora de cogitação”.

 

Midianews.com.br

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento