Conectado por

Educação

MT: Escolas pedem retorno com 50% da capacidade e aulas híbridas


Compartilhe:

Publicado por

em

O presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Mato Grosso (Sinep-MT), Gelson Menegatti, apresentou nesta quinta-feira (14) um plano de retomada das aulas no dia 1º de fevereiro.

As unidades estão com as atividades paralisadas desde março do ano passado, quando começou a pandemia de Covid-19.

O plano é apresentado no momento em que Cuiabá e Mato Grosso vivem uma elevação nos casos da doença.

Em reunião com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), Menegatti afirmou que o caminho para um retorno seguro é o sistema híbrido de ensino, com revezamento semanal ou diário e salas de aula limitadas a 50% da capacidade máxima.

“Tem dado certo, não só na educação infantil, como em todos os cursos livres, nas escolas de idiomas e em aulas práticas dos cursos da saúde. Então, tem dado certo esse revezamento. Acredito que esse é o caminho”, disse Menegatti.

O prefeito afirmou estar “muito preocupado” com a situação das escolas particulares. De acordo com ele, são cerca de 30 unidades fechadas e mais de mil desempregados.

Emanuel afirmou que a situação da rede privada de ensino tem gerado uma “equação muito difícil”. Para o prefeito, a questão financeira dos estabelecimentos é um problema a ser considerado, mas a segunda onda de casos da Covid-19 tem assustado a população.

“Por isso é necessário discutir com todos, socializar os problemas, ouvir as experiências e ideias de cada um, e, com responsabilidade, tomar a melhor decisão. Assim com a graça de Deus vamos encontrar a saída. Há uma necessidade social e educacional grande”.

Para o secretário de Governo, Luís Cláudio de Castro, é necessário fazer um “casamento” entre o Cômite de Enfrentamento à Covid-19 e as secretarias de Educação e Saúde do Município.

De acordo com ele, o plano de retomada apresentado pelo Sinepe-MT vai ser analisado e respondido oficialmente.

“Até que o Governo Federal decida também a questão da vacinação, vamos fazer esse ‘casamento’ e dar resposta para essas enidades que tanto precisam”.

Midia News