Conectado por

Amazonas

MP negocia para solucionar problemas no parque de imagens do Hospital 28 de Agosto em Manaus


Compartilhe:

Publicado por

em

O Ministério Público do Amazonas informou, na quinta-feira (2), que busca solucionar de forma extrajudicial problemas encontrados no parque de imagens do Pronto-socorro 28 de Agosto, em Manaus. A Vigilância Sanitária identificou uma série de irregularidades no funcionamento do local, que é usado para fazer exames de pacientes.

Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) afirmou ao G1 que já está trabalhando nas adequações necessárias.

A investigação sobre as irregularidades teve início em 2020 com um inquérito civil com base em informações encaminhadas pelo Departamento de Vigilância Sanitária.

“Diante do apurado até o momento, temos como imprescindível que a direção do HPS 28 de Agosto informe as providências adotadas para a resolução das irregularidades apontadas no Auto de Infração por descumprimento ao termo de intimação nº 025940 e do auto de infração de nº 038580, exarados pelo Departamento de Vigilância Sanitária (Visa-Manaus) em 18 de junho de 2020”, informou a Promotora de Justiça Luissandra Chíxaro de Menezes

Veja correções exigidas ao hospital:

  • levantamento radiométrico das salas com equipamentos emissores de radiação ionizante;
  • elaboração de cronograma e registros de manutenção dos equipamentos emissores de radiação ionizante;
  • apresentação de documentos que comprovem o treinamento da equipe, os registros de testes mínimos de controle de qualidade dos equipamentos e os registros de controle ocupacional dos funcionários expostos à radiação ionizante.

Além das irregularidades, o Ministério Público informou que a direção do hospital deve providenciar todos os itens necessários para o suporte imediato à vida, como registros de checagem do desfibrilador, além da definição de responsabilidades nas checagens diárias do carrinho de tomografia.

G1.globo.com

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento