Conectado por
Governo de Rondônia

Religião

“Mostra-me Um Cristão”

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas. O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano… quando padecia não ameaçava. (1 Pedro 2:21-23).

Parece que Ghandi (pensador e político da Índia) disse a seguinte frase: “Me tornarei num cristão no dia em que me mostrarem um”. Esse comentário nos impulsa a estarmos atentos a nossa conduta diante de Deus e dos homens. Mas esse severo juízo passado sobre os crentes, talvez bem merecido, não serve de desculpa para permanecer indiferente a respeito de Deus e Seu Filho, o Senhor Jesus Cristo.

Em Antioquia os discípulos foram chamados de cristãos pela primeira vez (Atos 11:26). Queriam seguir os ensinamentos de Cristo e, de fato, no princípio do livro dos Atos vemos como seguiam de perto a seu Mestre. Até mesmos os chefes religiosos que os ameaçavam “reconheceram que eles haviam estado com Jesus” (4:13). Eles desejavam obedecer à última ordem dada pelo Senhor Jesus no momento de Sua ascensão ao céu: “e ser-me-eis testemunhas… até aos confins da terra” (1:8).

Como cristãos não pretendemos ser infalíveis, ou perfeitos. “porque todos tropeçamos em muitas coisas”, diz Tiago (3:2), mas ele nos exorta a mostrar por nossa conduta a realidade da nossa fé (2:18-20). Há somente Um que não conheceu nem cometeu pecado: Cristo (1 Pedro 2:22). De fato, foi “por nós” que Deus “o fez pecado, para que nele fôssemos feitos justiça de Deus” (2 Coríntios 5:21). Somente assim podemos conhecê-Lo como Modelo, e seguir Suas pisadas.