Conectado por

Luto

Morte de maior ícone da Assembleia De Deus por Covid inicia série de homenagens

Publicado por

em

morte por Covid-19 do pastor Sebatião Rodrigues de Souza, aos 89 anos, presidente das Assembleias de Deus, nesta manhã (8), movimentou, já nas primeiras horas do dia, uma série de homenagens na rede, de entidades, pessoas públicas e irmãos na fé. Outras homenagens devem surgir ao longo do dia.

Continua após a publicidade

Igreja Assembleia de Deus postou, em sua página oficial no Facebook, que o pastor deixa como marca registada o sorriso. “Será esse sorriso que estará sempre na minha memória, que Deus o receba de braços abertos”. Neste post, foram feitos diversos comentários. “O senhor já está fazendo a colheita dos seus”, disse uma mulher, lamentando a perda. “O dia está triste”, disse outra correligionária.

Veja vídeo

Deputada Janaína Riva (MDB) diz, por meio de nota, ter recebido a notícia do óbito com tristeza. “Faz 40 anos que ele lançou a pedra fundamental da Assembleia de Deus em Juara, minha cidade natal. Foi a maior liderança religiosa entre os evangélicos nas últimas décadas em Mato Grosso. O pastor Sebastião era uma referência no Brasil, um homem que dedicou a sua vida à obra de Deus. Aos familiares externo meus sinceros sentimentos de pesar. Que Deus conforte o coração de vocês”. Na nota, a deputada pede que “oremos” por ele e todas as vítimas desta doença.

Sem velório

Como a pandemia suspendeu todos os velórios, para evitar aglomeração, o adeus ao pastor deve ser em forma de homenagem. Em uma situação de normalidade, pela liderança que exerca na Assembleia de Deus, possivelmente juntaria mutidões.

A família ainda cuida das burocracias para o sepultamento, já que a morte se deu nesta manhã após mais de testar positivo há mais de uma semana. Estava internado na UTI, intubado, chegou a obter uma melhora e ser retirado do tubo de oxigenação. Porém piorou e se deu o óbito.

fonte; rdnews