Conectado por

Cuiabá-MT

Moradores de Cuiabá aumentam gastos em mercados e açougues durante a pandemia, diz pesquisa


Compartilhe:

Publicado por

em

Os consumidores de Cuiabá passaram a ir menos vezes aos supermercados, atacadistas e açougues, no entanto, aumentaram em 14,97% o valor médio gasto no uso do cartão alimentação nesses estabelecimentos, conforme dados divulgados pela Sodexo Benefícios e Incentivos, nessa quarta-feira (14).

A pesquisa é referente aos meses entre março e junho de 2020, quando iniciou a pandemia da Covid-19.

De acordo com a pesquisa, a chegada do período de flexibilização, entre julho a dezembro de 2020, verificou-se estabilidade, que se manteve também a partir de março deste ano, com a chegada da segunda onda da doença e com ela as restrições mais rígidas.

O estudo mostra ainda que, em termos comparativos entre o momento atual e o anterior à pandemia, os consumidores reduziram em 16,33% a frequência de ida às compras.

Cesta básica

preço da cesta básica em Cuiabá subiu pelo 6º mês consecutivo neste ano, segundo os dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). De julho de 2020 a janeiro de 2021, o preço ficou 16,82% mais caro, chegando a R$ 611,30.

Considerando o salário mínimo de R$ 1.100, o cuiabano gasta 55,5% do salário apenas em alimentos básicos na capital.

De acordo com os dados, em julho do ano passado a cesta básica custava R$ 526. O preço foi elevado mês a mês, quando chegou a R$ 611,3 em janeiro deste ano.

G1.globo.com