Conectado por

Concursos

Ministério da Justiça e Segurança Pública realizará processo seletivo


Compartilhe:

Publicado por

em

O Ministério da Economia, por meio da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, autorizou em novembro do ano passado a realização de processo seletivo para o Ministério da Justiça e Segurança Pública. Somente no dia 15 de abril de 2020 saiu a confirmação de que será o Instituto AOCP o responsável pelo certame, escolhida por dispensa de licitação.

Serão preenchidas 10 vagas no perfil ocupacional de Engenheiro de Dados (Big Data), 13 vagas para o de Analista de Governança de Dados (Big Data) e 12 vagas para a ocupação de Cientista de dados (Big Data). Ou seja, o total será de 35 vagas de trabalho temporário.

Todas essas funções fazem parte do rol das “Atividades Técnicas de Complexidade Gerencial, de Tecnologia da Informação e de Engenharia Sênior”. Esses profissionais específicos atenderão as necessidades existentes no desenvolvimento do Projeto SINESP Big Data e Inteligência Artificial.

Edital Ministério da Justiça

Itens como remuneração, carga horária, inscrição e forma de seleção somente serão conhecidos quando o edital for lançado pelo Instituto AOCP.

O prazo para a publicação do regulamento do processo seletivo simplificado finaliza no dia 18 de abril de 2020, uma vez que a publicação da portaria autorizativa data de 19 de novembro de 2019 e previa seis meses.

Contratos

Todos os que forem selecionados e convocados irão assinar um contrato empregatício com duração de, no máximo, quatro anos.

Essa vigência contratual poderá ser prorrogada, se houver uma justificativa fundamentada e com base nas necessidades de conclusão do referido projeto.

Último processo seletivo

Ministério da Justiça realizou sua última seleção simplificada em 2015, com o apoio da organizadora FUNCAB. Ela se destinou à contratação temporária de 44 profissionais de nível superior, para ocuparem funções na Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos, em Brasília.

Os salários da época variaram de R$ 3.800 a R$ 8.300 e os cargos disponíveis foram das áreas de: Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, Pedagogia, Relações Públicas, Tecnologia da Informação, Ciências Contábeis, Engenharias Civil, Elétrica, Mecânica e de Telecomunicações.

As inscrições custaram de R$ 50,00 a R$ 70,00 e a única etapa seletiva foi uma prova escrita objetiva, de caráter classificatório e eliminatório.

Concursos no Brasil