Conectado por

Agronegócios

Milho: última semana do ano começa com ganho para os primeiros contratos na B3


Compartilhe:

Publicado por

em

A segunda-feira (28) começa com os preços futuros do milho subindo nos contratos mais recentes da Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações entre 0,66% negativo e 0,62% positivo por volta das 09h18 (horário de Brasília).

O vencimento janeiro/21 era cotado à R$ 79,87 com alta de 0,62%, o março/21 valia R$ 79,86 com ganho de 0,59%, o maio/21 era negociado por R$ 75,36 com elevação de 0,53% e o julho/21 tinha valor de R$ 67,80 com queda de 0,66%.

Mercado Externo

Enquanto isso, os preços internacionais do milho futuro começaram a última semana de 2020 subindo na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 1,75 e 2,75 pontos.

O vencimento março/21 era cotado à US$ 4,52 com elevação de 1,75 pontos, o maio/21 valia US$ 4,53 com ganho de 2,00 pontos, o julho/21 era negociado por US$ 4,52 com alta de 2,00 pontos e o setembro/21 era cotado à US$ 4,32 com valorização de 2,75 pontos.

Segundo informações da Agência Reuters, o milho atingiu sua maior alta desde julho do ano passado, subindo pelo 11º dia consecutivo.

Para Naveen Thunkral, da Reuters Singapura, houve apoio adicional decorrente de um amplo ganho nos mercados mundiais. “As ações globais subiram na segunda-feira, conforme uma fonte disse que o presidente dos EUA, Donald Trump, sancionou uma lei de auxílio à pandemia de US $ 2,3 trilhões que ele se recusava a assinar até agora”.

Fonte: Notícias Agrícolas