Conectado por

Agronegócios

Milho se recupera das quedas de ontem e seguem subindo na B3 nesta 3ªfeira


Compartilhe:

Publicado por

em

A Bolsa Brasileira (B3) segue subindo para os preços futuros do milho nesta terça-feira (11). As principais cotações registravam movimentações entre 0,10% negativo e 1,27% positivo  por volta das 11h42 (horário de Brasília).

O vencimento maio/21 era cotado à R$ 102,50 com queda de 0,10%, o julho/21 valia R$ 103,00 com elevação de 0,40%, o setembro/21 era negociado por R$ 100,36 com alta de 1,27% e o novembro/21 tinha valor de R$ 101,00 com ganho de 0,89%.

Os contratos do cereal brasileiro se recuperam das quedas de ontem que foram influenciadas pelo recuo das cotações em Chicago e o dólar estável, de acordo com análise de Agrifatto Consultoria. Enquanto isso, no mercado interno, os negócios seguem acontecendo a conta-gotas e, com poucas ofertas, o comprador de milho paga R$ 101,00/sc em Campinas/SP.

Mercado Externo

Os preços internacionais do milho futuro também seguem disparados na Bolsa de Chicago (CBOT) nesta terça-feira. As principais cotações registravam movimentações positivas entre 3,50 e 20,00 pontos por volta das 11h38 (horário de Brasília).

O vencimento maio/21 era cotado à US$ 7,68 com valorização de 20,00 pontos, o julho/21 valia US$ 7,25 com alta de 14,00 pontos, o setembro/21 era negociado por US$ 6,35 com ganho de 6,50 pontos e o dezembro/21 tinha valor de US$ 6,13 com elevação de 3,50 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os futuros da safra velha de milho aumentaram mais durante a noite, já que as preocupações com uma safrinha de milho brasileira potencialmente menor aumentaram a demanda por contratos futuros de milho nas proximidades.

 A publicação destaca ainda que os comerciantes agora estão aguardando os resultados do relatório WASDE de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) de amanhã antes de alimentar, ou vender, outras altas.

Noticiasagricolas.com.br