Conectado por

Agronegócios

Milho está custando 32,6% mais que no mesmo período do ano passado


Compartilhe:

Publicado por

em

A demanda interna aquecida, as altas do dólar frente ao real e a expectativa de estoques menores na temporada tem dado sustentação às cotações do milho no mercado brasileiro.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na região de Campinas-SP, a saca de 60 quilos fechou fevereiro cotada em R$53,50, sem o frete. Nos primeiros dias de março (3/3), a saca foi negociada em R$54,00 na região.

Na comparação com março do ano passado, o cereal está custando 32,6% mais este ano. Os estoques finais estão estimados em 8,44 milhões de toneladas em 2019/2020, frente as 11,40 milhões de toneladas no final da safra passada. É o menor volume estocado dos últimos anos.

A expectativa é de mercado firme em curto e médio prazos e altas de preços não estão descartadas no mercado interno.

FONTE: AGROLINK