Conectado por

Cuiabá-MT

Mesmo com quarentena coletiva, número de casos confirmados e mortes por Covid continua a subir em Cuiabá

Publicado por

em

Levantamento feito pelo Olhar Direto mostra que somente nos primeiros 23 dias de julho, 271 pessoas morreram vítima do novo coronavírus, em Cuiabá. Neste período, já estava em vigor, há quase uma semana, a quarentena coletiva obrigatória imposta pela Justiça. Mesmo assim, o número de casos confirmados da Covid-19 continuam a subir. Do primeiro dia do mês, até a última quinta-feira (23), o acréscimo foi de 114%, sendo que nos últimos dois dias foram quase mil novas pessoas que testaram positivo.

Continua após a publicidade

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), criticou a decisão do juiz José Luiz Lindote, que estabeleceu quarentena total em Cuiabá há quase 30 dias. Segundo ele, a quarentena judiciária não resolveu de nada. “De lockdown e de quarentena obrigatória essa decisão não tem nada. Essa decisão é sem critério técnico para fechar bares, restaurante e shopping. O resto, a cidade está bombando. Porque decidiram funcionar 57 funções e fecharam outras. Se eu não colocasse o toque de recolher para às 20h, o quadro seria alarmante. Nós estavamos entrando em um novo normal quando surgiu a decisão”

O juiz da Vara Estadual da Saúde Pública de Mato Grosso, José Luiz Leite Lindote, prorrogou por mais 14 dias a quarentena obrigatória nos municípios de Cuiabá e Várzea Grande. A decisão passa a contar a partir da meia noite desta sexta-feira (24). Na decisão, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), foi multado em R$ 200 mil, e o secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Emanoel Sales da Silva, em R$ 100 mil, ambos por descumprimento de decisão judicial.

Cuiabá e Várzea Grande estão em quarentena desde 25 de junho, quando Lindote determinou que os prefeitos cumprissem o estabelecido no artigo 5º do Decreto Estadual nº 522/2020, que prevê uma série de medidas restritivas para municípios de risco alto ou muito alto de contaminação pelo coronavírus.

Confira abaixo o levantamento feito pelo Olhar Direto:

Casos

Conforme o levantamento feito pelo Olhar Direto, os números de casos confirmados do novo coronavírus ficaram da seguinte forma nos dez primeiros dias de julho: 4.190 (01 de julho); 4.342 (02 de julho); 4.564 (03 de julho); 4.755 (04 de julho); 4.949 (05 de julho).

Os dados mostram que nestes primeiros cinco dias do mês, com a quarentena coletiva obrigatória imposta pela Justiça já vigorando por quase uma semana, o número de novos casos por dia na cidade se mantiveram próximos, variando de 152 a 222 infecções por Covid-19 a cada dia.


Já os dados dos outros cinco dias seguintes ficaram da seguinte forma: 5.191 (06 de julho); 5.486 (07 de julho); 5.681 (08 de julho); 5.922 (09 de julho) e 6.100 (10 de julho).

Com isto, é possível verificar que a capital mato-grossense pulou dos 4.949 casos, em cinco de julho, para 6.100, no dia 10 do mesmo mês, representando 1.151 novas infecções neste período. A quantidade de testes positivos por dia ficou entre 178 e 295.

O levantamento ainda mostra que, entre os dias 11 de julho a 15 de julho, os casos ficaram da seguinte forma: 6.205 (11 de julho); 6.231 (12 de julho); 6.251 (13 de julho); 6.412 (14 de julho) e 6.660 (15 de julho).
Análise destes cinco dias mostra que o número de casos saltou de 6.100, em 10 de julho, para 6.660, em 15 de julho, representando 560 novas infecções pela Covid-19. Se comparado com o início do mês, foram 2.470 pessoas que testaram positivo em apenas 15 dias.

Já os dados dos dias 16 a 20 de julho mostram o seguinte número de casos: 6.964 (16 de julho); 7.209 (17 de julho); 7.313 (18 de julho); 7.397 (19 de julho); 7.757 (20 de julho).

Neste período, os casos pularam de 6.660, em 15 de julho, para 7.757, em 20 de julho, representando 1.097 novas infecções pela Covid-19. Se comparado com o começo do mês, o número de pessoas que testaram positivo foi de 3.567.

Já do dia 21 de julho até a última quinta-feira (23), data em que saiu a última atualização, os números ficaram da seguinte forma: 8.055 (21 de julho); 8.492 (22 de julho) e 8.986 (23 de julho).

A análise deste período mostra que, nos últimos três dias analisados, foram 1.229 casos de coronavírus, sendo que os casos/dia ficaram entre 298 e 494, sendo que, somente nos dois últimos dias foram 931 novas pessoas testando positivo para a Covid-19. Se comparado com o início do mês, o aumento é de 114% (+ 4.796).

Mortes

No primeiro dia de julho, Cuiabá registrou através do painel Covid-19 painel Covid-19 sete mortes em decorrência do novo coronavírus. No dia seguinte, foram 12 óbitos de pessoas que estavam lutando contra a doença. Já no terceiro dia do mês, nove pessoas perderam a vida por complicações.

No dia quatro de julho, foram registrados pela prefeitura de Cuiabá 16 mortes por coronavírus. Um dia depois, foram confirmados mais 16 óbitos por conta da nova doença. O painel do dia seis revelou que 15 pessoas perderam a batalha contra a Covid-19.

No dia 07 de julho, foram registradas dez mortes registradas pelo novo coronavírus. Um dia depois, os óbitos caíram para sete e no dia 09 de julho subiu novamente para dez.

O dia 10 de julho terminou com o registro de 14 mortes por coronavírus de residentes em Cuiabá. Um dia depois, foram 11 óbitos por Covid-19. Após mais 24 horas, outras 12 pessoas perderam a vida em complicações.

Mais nove pessoas morreram vítima do novo coronavírus no dia 13 de julho. Um dia depois, foram 16 óbitos por Covid-19 registrados pela Prefeitura de Cuiabá. Já o dia 15 de julho fechou com 15 pessoas que perderam a vida para a doença.

O dia 16 de julho foi um dos mais letais, com Cuiabá registrando 30 mortes por coronavírus. Um dia depois, mais 19 pessoas foram a óbito em decorrência de complicações da doença. No dia 18 deste mês, caiu para três o número de pessoas que morreram vítimas da doença.

Posteriormente, seguiu-se da seguinte forma o número de óbitos: oito (19 de julho); 13 (20 de julho); sete (21 de julho); sete (22 de julho) e cinco (23 de julho).

Mortes a cada cinco dias

  • De 1 a 5 de julho Cuiabá teve 60 mortes
  • De 6 a 10 de julho Cuiabá teve 56 mortes
  • De 11 a 15 de julho Cuiabá teve 63 mortes
  • De 16 a 20 de julho Cuiabá teve 73 mortes
  • De 21 a 23 de julho Cuiabá teve 19 mortes*

*Os números desta sexta-feira (24) serão divulgados apenas no fim do dia

Números de óbitos por data:

01/07 – 7 óbitos
02/07 – 12 óbitos
03/07 – 9 óbitos
04/07 – 16 óbitos
05/07 – 16 óbitos
06/07 – 15 óbitos
07/07 – 10 óbitos
08/07 – 7 óbitos
09/07 – 10 óbitos
10/07 – 14 óbitos
11/07 – 11 óbitos
12/07 – 12 óbitos
13/07 – 9 óbitos
14/07 – 16 óbitos
15/07 – 15 óbitos
16/07 – 30 óbitos
17/07 – 19 óbitos
18/07 – 3 óbitos
19/07 – 8 óbitos
20/07 – 13 óbitos
21/07 – 7 óbitos
22/07 – 7 óbitos
23/07 – 5 óbitos

Total: 271 mortes até 23 julho

OLHARDIRETO