Conectado por

Economia

Merck abre primeiro Centro de Colaboração M Lab? na Europa


Compartilhe:

Publicado por

em

A Merck, grande empresa de ciência e tecnologia, abriu oficialmente hoje seu novo Centro de Colaboração M Lab? (M Lab? Collaboration Center) em Molsheim, França. O centro, primeiro da Merck na Europa e nono no mundo, irá fornecer aos laboratórios biofarmacêuticos um ambiente exploratório compartilhado, onde eles podem colaborar de perto com cientistas e engenheiros da Merck, para resolver os desafios mais difíceis e acelerar o desenvolvimento e a produção de novas terapias.

“Com o setor biofarmacêutico em rápido crescimento na Europa e a demanda por terapias custo-eficientes no mundo, os clientes irão se beneficiar de nossa expertise para desenvolver processos de fabricação de medicamentos de forma mais rápida, segura e eficaz”, disse em Molsheim, hoje, o membro do Conselho Executivo da Merck e presidente-executivo da Life Science, Udit Batra. “Nosso investimento aqui irá acelerar o futuro crescimento da indústria biofarmacêutica na região da EMEA”.

O mais novo Centro de Colaboração M Lab? da Merck, que ocupa um espaço de 4.000 metros quadrados, representa um investimento significativo na região. O centro de ? 10 milhões fornece aos clientes na Europa, Oriente Médio e África um projeto-piloto não BPF e laboratório em escala de bancada inteiramente equipado e um centro de reuniões, onde eles podem trabalhar junto a especialistas da Merck para resolver seus problemas mais prementes de desenvolvimento de processamento, sem impactar suas linhas de produção.

O centro em Molsheim é o mais novo da rede de centros da Merck no mundo. Outros Centros de Colaboração M Lab? se localizam nos Estados Unidos, Brasil, China, Coreia do Sul, Cingapura, Japão e Índia (onde há dois laboratórios).

Os clientes da Merck colaboram com os especialistas técnicos da empresa para explorar novas maneiras de aumentar a produtividade, melhorar processos e minimizar riscos. O projeto-piloto e os laboratórios em escala de bancada ficam em um espaço que simula um ambiente de produção real em seus processos. Os clientes operam equipamentos reais, avaliam seus processos e podem ainda fazer cursos de treinamento prático de bioprocessamento, aprendendo melhores práticas e novos métodos para desenvolver, otimizar e aumentar a escala de processos, bem como para simplificar a transferência de tecnologia global.

Siga a Merck no Twitter @Merckgroup, no Facebook @merckgroup e no LinkedIn.

Todos os comunicados à imprensa da Merck são distribuídos por e-mail ao mesmo tempo em que são disponibilizados no website da Merck. Visite www.merckgroup.com/subscribe para se registrar online, mudar suas opções ou suspender esse serviço.

Sobre a Merck
A Merck, grande empresa de ciência e tecnologia, opera nas áreas de saúde, ciência da vida e materiais de alto desempenho. Cerca de 52.000 empregados trabalham todos os dias para exercer um impacto positivo nas vidas de milhões de pessoas, criando maneiras mais prazerosas e sustentáveis de viver. De tecnologias avançadas de edição genética e de descobertas de maneiras únicas de tratar as doenças mais difíceis à habilitação da inteligência de dispositivos, a Merck está em todos os lugares (Merck is everywhere). Em 2018, a Merck gerou vendas de ? 14,8 bilhões, em 66 países.

A exploração científica e o empreendimento responsável têm sido essenciais para os avanços tecnológicos e científicos da Merck. Foi dessa maneira que a Merck prosperou desde sua fundação em 1668. A família fundadora mantém participação majoritária na empresa de capital aberto. A Merck detém os direitos globais do nome e da marca Merck. As únicas exceções estão nos Estados Unidos e Canadá, onde os setores empresariais da Merck operam como EMD Serono na área de saúde, MilliporeSigma em ciências da vida e EMD Performance Materials.