Conectado por
Governo de Rondônia

Mato Grosso

Menina raptada em MS pela mãe biológica é encontrada em assentamento de Mato Grosso

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Policiais civis localizaram a menina M.V.M., de 6 anos, que desde o dia 30 de junho era considerada desaparecida foi localizada em um assentamento na região de Guiratinga, sul de Mato Grosso. A localização foi realizada na data de 4 de agosto. 

A  menina foi raptada pela mãe biológica, Gleice Mara Dias, em Bela Vista (MS), durante uma visita que havia sido autorizada pela Justiça. A responsável pelo sequestro ainda não foi localizada pela Polícia. 

De acordo com as informações repassadas pela policial Maria Campos Mendes, a menina foi encontrada em um assentamento e será encaminhada aos pais adotivos. Ela contou que a mãe teria ganhado uma liminar para visitar a criança e depois fugiu com a criança.

Ao Olhar Direto, o pai adotivo da criança, servidor público de Mato Grosso do Sul João Gomes Carvalho, declarou que M.  é fruto de um relacionamento entre seu cunhado e Gleice em 2012. Em 2014, quando a menina tinha dois anos de idade, o casal teria se separado e o pai não demonstrou interesse em ficar com a menina.

O servidor público disse que Gleice já tinha outras duas filhas de um antigo relacionamento, que teria entregado aos avós paternos das meninas, para que as criassem. Gleice então teria procurado João e sua família para que ficassem com M.

“Eu disse para ela que não queria, porque já tenho dois filhos e quem deveria cuidar são os pais. Mas aí ela disse que iria para Portugal e se não ficássemos com a Maiza, ela iria passá-la para a primeira família que quisesse. Falou para mim, para as filhas dela, para os filhos do meu cunhado. Eu conversei em casa com minha família e resolvemos pegá-la, desde que viesse com toda a documentação”, disse o pai.

As investigações prosseguem na tentativa de localização da mãe biológica da menina. 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *