Conectado por

Negócios & Oportunidades

MEI: Negócios que estão em alta para quem quer empreender; conheça

Publicado por

em

 Para quem tem vontade de abrir a sua própria empresa, uma das melhores alternativas é se tornar um Microempreendedor Individual (MEI).

Ao se tornar um MEI, o cidadão irá possuir vantagens, tais como cadastro nacional de pessoal jurídica (CNPJ), o que auxilia na abertura de conta e a obtenção de crédito, isenção de taxa e redução da carga tributária. Confira alguns segmentos que estão em alta:

MEI: segmentos de negócios que estão em alta; conheça
MEI: segmentos de negócios que estão em alta; conheça

Negócios que estão em alta para quem é ou quer ser um MEI

Segmento de beleza

Os cursos profissionalizantes na área da beleza estão em alta. Esse é um segmento que está sempre em crescimento.

Para quem se qualificou ou já é qualificado na área, ao se tornar MEI, é possível dar o pontapé inicial ao negócio.

Com a redução de imposto e outras facilidades que o MEI oferece, é possível abrir um salão de belezas e conseguir crédito para a compra dos materiais, como: secador, chapinha, cosméticos entre outros.

Pintores e eletricistas

Quem nunca ouviu falar dos “maridos de aluguel”? São profissionais que atendem em domicílio e realizam consertos diversos, manutenções e pequenas reformas.

Assim, esses profissionais podem se tonar MEI.

Após a solicitação e aprovação do cadastro é possível oferecer recibo ou nota fiscal do serviço prestado e, em casos de acidente, o profissional conta com os benefícios de ser um segurado da Previdência Social.

Artesãos

Com o avanço das redes sociais é comum a divulgação de produtos no ambiente on-line.

A exposição dos produtos na rede tem um alcance enorme. No entanto, algumas pessoas ficam receosas na hora da compra.

Ao se tornar um MEI, o microempresário pode contar com conta bancária empresarial e outros produtos e serviços financeiros.

Além disso, muitos compradores de artesanato são outras lojas e essas exigem nota fiscal. Portanto, a formalização é essencial.

Alimentação e festas

Sabe aquela receita de família que faz o maior sucesso nas festas? Elas podem virar um negócio rentável.

Contudo, para quem quer investir em eventos; fotógrafos, churrasqueiros, pipoqueiros, também podem ser microempreendedores individuais e com a formalização, podem conseguir linhas de financiamento e outros benefícios disponíveis para MEI.

Moda e venda de roupas pela internet

O segmento do mundo da moda está em alta. Geralmente, é uma área que é permeada por mulheres, que trabalham com venda de roupas e desejam sair da informalidade abrindo um ponto comercial.

Com a redução de impostos e isenção de alvará de funcionamento, fica mais viável investir no aluguel de uma loja e assim, oferecer um serviço melhor.

Além disso, muitos empreendedores estão montando lojas on-line e explorando o segmento de e-commerce.

Como se tornar um MEI

É um processo muito simples. Tudo pode ser realizado através da internet, para isso basta acessar o Portal do Empreendedor. Os custos mensais são bem acessíveis ao empreendedor.

Ao torna-se MEI, o empreendedor abre portas para o mercado e o seu negócio se torna uma empresa legalizada.

Além disso, você passa a ser um profissional segurado pela Previdência Social, podendo usufruir de todos os benefícios.

FONTE: diarioprime