Conectado por

Estudo

Médicos descobrem novo órgão no corpo humano

Publicado por

em

Apesar dos avanços tecnológicos e séculos de estudo de anatomia, um time de pesquisadores holandeses identificou mais uma estrutura no corpo humano.

Continua após a publicidade

Em um estudo publicado na última edição do jornal Radiotherapy and Oncology, os especialistas dizem ter encontrado mais um par de glândulas salivares localizadas entre o fim da cavidade nasal e o começo da garganta.

As glândulas são órgãos cuja utilidade é secretar substâncias.

Se confirmado, será o primeiro achado do tipo em cerca de 300 anos — até o momento, só se conheciam três tipos de glândulas salivares.

A descoberta foi feita por acaso. A pesquisa analisava imagens em alta definição dos tecidos do corpo de pacientes com câncer de próstata quando encontrou duas estruturas diferentes no centro da cabeça.

Dois cadáveres foram dissecados para encontrar as glândulas, que são semelhantes às que se encontram debaixo da língua. A localização não é acessível e é preciso uma imagem bastante sensível para detectar as estruturas, o que pode explicar por que não tinham sido encontradas até agora.

Desdobramentos
Segundo os oncologistas, a descoberta pode afetar tratamentos de pacientes com câncer. Normalmente, se toma bastante cuidado na radioterapia para evitar atingir as glândulas salivares, mas muitos pacientes acabam com problemas crônicos de boca seca e dificuldade para engolir. Isto, provavelmente, acontece porque as novas estruturas não são poupadas no tratamento.

Os cientistas alertam que o estudo é preliminar, foi feito com poucos pacientes (e apenas uma mulher), e deve ser expandido para confirmar se as glândulas realmente são desconhecidas.

Metropoles