Conectado por

Featured

Médico faz alerta sobre doenças cardiovasculares que mais matam


Compartilhe:

Publicado por

em

Diversas patologias afetam o coração, vasos sanguíneos e artérias e podem causar complicações e levar, inclusive, ao óbito. Algumas delas são muito frequentes e o médico Gilberto Narchi Rabahie alerta sobre as mais fatais.
Rabahie é cirurgião vascular formado pela Faculdade de medicina do ABC e destacou algumas das doenças cardiovasculares mais fatais e seus sintomas.
Infarto agudo do miocárdio
Ataque cardíaco (infarto agudo do miocárdio) é uma obstrução de um artéria coronária. “Dor ou desconforto no peito e nos braços estão entre os sintomas mais comuns. Além disso, a dor pode surgir no ombro esquerdo, cotovelos, mandíbula ou nas costas”, explica Rabahie.
O infarto pode surgir por causa do estresse, diabetes, sedentarismo e colesterol alto, por exemplo. Ao perceber dores ou desconforto no peito e braços, vômitos, tonturas e suor em excesso, é recomendável visitar um médico urgente.
Aneurisma da aorta abdominal
A aorta é a principal via de locomoção do sangue pelo corpo. O aneurisma é constatado quando existe o rompimento de uma ou mais artérias e que pode provocar um sangramento intenso, causando a morte do paciente.
Geralmente, o aneurisma não apresenta sintomas. Contudo, alguns sinais de desconforto como lombalgia (dor na região lombar), caroço pulsátil na barriga ou redução do fluxo de sangue nos pés exigem atenção. Exames de rotina podem detectar qualquer alteração e medidas preventivas reduzem os riscos.
Acidente vascular cerebral (AVC)

O derrame (termo popular para AVC) acontece quando um vaso cerebral se rompe e provoca hemorragia ou, o contrário, interrompe a circulação sanguínea no cérebro.

“Súbita fraqueza em membros superiores e inferiores e dificuldade de falar são os sintomas mais comuns, na maioria das vezes concentrados em um lado do corpo”, esclarece Gilberto Narchi Rabahie.
Trombose venosa
Falta de ar súbita, com dor ou não no peito, pode ser um sintoma de trombose venosa, uma doença que surge da formação de coágulos nas veias das pernas e que leva a uma embolia pulmonar.
O Ministério da Saúde afirma que a trombose venosa costuma afetar mais mulheres, entre 20 e 40 anos. Gravidez e uso de anticoncepcionais estão entre os fatores de risco. Visitas de rotina são recomendadas para para diagnóstico precoce e tratamentos.
Doença arterial periférica
Entupimento de artérias dos membros inferiores afeta a circulação sanguínea e pode exigir a amputação do local afetado. A demora na cicatrização e o surgimento de feridas dolorosas são alguns dos sintomas de doença arterial periférica.

Evitar o fumo e consumo excessivo de álcool, consumir alimentos não industrializados, exercícios físicos e acompanhamento médico frequente estão entre as melhores formas de evitar problemas cardiovasculares.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *