Conectado por

Rondônia

Mais de 50 indígenas morreram em Rondônia vítimas da Covid-19, diz Coiab


Compartilhe:

Publicado por

em

A Covid-19 vitimou mais de 50 indígenas em Rondônia desde o início da pandemia, segundo levantamento da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab) divulgado esta semana.

No estado também foram registrados mais de 2,5 mil indígenas infectados pelo novo coronavírus e outros 23 casos suspeitos.

Em toda a Amazônia Legal – formada pelos estados do Acre, Amazonas, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins – já são mais de 37 mil casos e 894 mortes pela doença:

  • Amazonas – 306
  • Mato Grosso – 163
  • Roraima – 120
  • Pará -111
  • Maranhão – 70
  • Rondônia – 53
  • Acre – 31
  • Amapá – 21
  • Tocantins – 19

 

Indígena Aruka Juma morreu vítima da Covid-19 em Porto Velho — Foto: Rede Amazônica/ Reprodução

Indígena Aruka Juma morreu vítima da Covid-19 em Porto Velho — Foto: Rede Amazônica/ Reprodução

Dos óbitos, as etnias mais atingidas foram Paiter Suruí (6), Cintar larga (5), Karitiana (3) e Puruborá (3). Pelo menos 19 indígenas mortos não tiveram a etnia identificada.

O levantamento da Coiab utiliza dados de boletins informativos e notas de falecimento da Sesai, informações de lideranças, profissionais da saúde indígena e organizações da rede da coordenação.

Vacinação

De acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), em todo o estado já foram imunizados contra a Covid-19 6.537 indígenas com a primeira dose e 4.722 com a segunda dose.

G1.Globo.com