Conectado por

Economia

Maestro capta R$ 80 milhões em debêntures e investe em ampliação e renovação da frota


Compartilhe:

Publicado por

em

A Maestro Frotas, uma das principais empresas do País dedicadas exclusivamente à locação de frotas corporativas, acaba de concluir a emissão de R$ 80 milhões em debêntures. Os recursos serão utilizados para ampliação e renovação da frota. 

A operação é a maior emissão já realizada pela Maestro e permitirá à empresa atender sua necessidade de financiamento em 2018. “A emissão foi bem sucedida, com taxas dentro do intervalo previsto e vencimento em quatro anos, condições que demonstram a confiança do mercado em nossa gestão e governança”, afirma Carlos Alves, CFO (Chief Financial Officer) da Maestro.

A primeira emissão realizada pela empresa ocorreu em 2015, no valor de R$ 62 milhões. Desta vez, a parcela de recursos aplicada no crescimento da empresa será maior – o equivalente a 50% da captação, ou R$ 40 milhões. O plano de investimento destina-se à ampliação e renovação da frota – atualmente de cerca de 2,5 mil veículos –, em um contexto de crescimento dos negócios e rentabilidade da empresa.

De olho em novas oportunidades, a Maestro avalia o início de uma operação de locação de veículos voltada ao mercado de aplicativos, prevendo lançar ainda este ano uma operação teste para atender diretamente motoristas de serviços como Uber, Cabify e 99. “Atualmente atendemos uma parcela pequena deste mercado, e a proposta é ampliar essa presença, que cresce de forma acelerada”, acrescenta Fabio Lewkowicz, presidente da empresa.

Em 2017, a Maestro teve incremento de 5% no volume de locação de veículos, e a perspectiva segue positiva. Seu faturamento total, incluindo a venda de veículos, no período foi de R$ 74,5 milhões, 18% superior ao de 2016.

Os bons resultados devem-se à diversificação da frota, investimentos em veículos executivos e caminhões, e, principalmente à tendência de terceirização da frota.

“As empresas estão reduzindo seu investimento em ativos fixos, movimento que se acentuou com a recessão da economia, e que está dando impulso ao mercado de locação de frotas”, destaca Lewkowicz. Segundo a ABLA, a frota do setor cresceu 12% em 2017, situando-se em 709.033 veículos.

Seguindo a estratégia de diversificação, outro negócio da Maestro é a terceirização de veículos pesados. Lançado a pouco mais de um ano, o serviço representa 10% da frota da empresa em valor de ativo.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento