Conectado por

Acre

Mãe é ouvida em delegacia após abandonar bebê morto em banheiro de hospital no interior do Acre


Compartilhe:

Publicado por

em

Um bebê foi encontrado morto dentro de um banheiro do Hospital da Família, em Porto Walter, interior do Acre, nesta quinta-feira (11). A mãe foi encontrada pela Polícia Civil em casa e falou em depoimento que sofreu um aborto.

A mãe foi ouvida na delegacia da cidade. Segundo o delegado Vinícius Almeida, uma funcionária do hospital encontrou o corpo por volta das 11h. A suspeita é de que o bebê tenha nascido entre o sexto e o sétimo mês de gestação.

A mãe contou que sofreu um aborto durante a madrugada. O bebê foi encontrado dentro de um saco de lixo no banheiro.

“Falou que teve um aborto espontâneo, foi ao banheiro e a criança já nasceu morta. Como saiu já sem vida, segundo a mãe, simplesmente deixou a criança lá e saiu sem falar nada”, complementou.

O delegado acrescentou que ainda não sabe se a mãe estava internada no hospital. Ainda segundo Almeida, a pessoa que achou o bebê também deve ser ouvida pela polícia.

“Ainda está em processo de oitiva dela, esses termos específicos não sei responder ainda”, confirmou.

Exames

Sem Instituto Médico Legal (IML) na cidade, o delegado falou que o cadáver não deve se submetido a exames para saber a causa da morte.

“Conversei diretamente com um médico que atende lá, que é um cubano, pedi que ele fizesse um exame determinado só que não tem esse conhecimento. Tem algumas horas que o feto estava fora da barriga da mãe, também pelo fato de ser um feto em formação, quanto mais tempo passa mais prejudicado fica”, argumentou.

Almeida contou também que aguarda a declaração de óbito da criança e o depoimento da mãe para saber por qual crime a mulher deve responder.

“A investigação vai ser feita, se tiver que apurar uma responsabilidade ela vai ser responsabilizada. Foi no decorrer da madrugada, pela parte da manhã encontraram”, concluiu.