Conectado por

Geral

Líder ambientalista Hércules Góes pede realização de prévias ao Presidente do PV para candidatos a pré presidência do Brasil

Publicado por

em

Neste dia memorável para o país, em que um Tribunal julga uma pré candidatura a Presidência da Republica que poderá mudar os rumos das eleicões 2018, no mês em que o nosso Partido Verde comemora 32 anos, venho na qualidade de filiado ao Partido Verde, desde o ano de 2005, propor a REALIZAÇÃO DE ELEICÕES PRÉVIAS PARA CANDIDATOS A PRESIDÊNCIA DA REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, NAS ELEICÕES DE 2018, fundado nos termos dos artigos l, 5, art 10, incisos III e IV, artigo 12, artigo 19, artigo 29, art. 28, 99 e fundamentalmente o artigo 2 pelos fatos que expõe :

Sou cidadão brasileiro, eleitor em dia com o Brasil, com a Ficha Limpa, condição primordial para qualquer pretensão eleitoral, militante deste Partido desde o ano de 2005, já tendo disputado varias eleições proporcionais, entre as quais, a de deputado estadual em 2006, com a expressiva votação de 9.000 votos, sendo o mais votado da bacia 9, onde estou inscrito.

Com uma militância política estudantil, religiosa desde os anos 1960, tendo presidido diretório acadêmico da mais emblemática Escola de Direito do interior paulista, a Unisantos, já tendo sido vereador em Santos nos anos 1980, suplente de deputado estadual por Rondônia e São Paulo, além de ter sido lançado pré-candidato a Senador da Republica pelo então Deputado Federal Talmir, do nosso partido há cerca de 10 anos atrás.

Como militante ambientalista desde os anos 1990, participante de todos os movimentos globais dos Verdes em todo o planeta, signatário da Carta da Terra na Eco 92, responsável pelos objetivos do desenvolvimento Sustentável da ONU, fundador e dirigente das principais ongs brasileiras, como a Fundação S.O.S Vale do Guaporé, esta fundadora do Fórum da Abong, Sociedade de Preservação do Patrimônio Histórico de Rondônia, Fórum Permanente de Sustentabilidade da Amazônia e do Litoral Paulista, presidente de Câmara de Com. e Ind. do Brasil Venezuela de Rondônia,Cops 15 na Dinamarca, Cop 2l em Paris, Cop 20 no Peru, Rio Mais 20 no Rio, e Bonn na Alemanha, estamos perfeitamente adequados a todas as manifestações Verdes e ambientais do Brasil e do Planeta.

Autor de mais de 13 livros sobre o tema ambiental, entre os quais, questões climáticas x aquecimento global, realizador de mais de 6 eco expedições climáticas na América Latina, e em todo o território brasileiro, realizador de mais de 20 workshops e seminários sobre a temática ambiental.

Cidadão comprometido com a causa fulcral dos Verdes no Brasil e no mundo, entendendo que devemos buscar o Espírito do artigo 2 de nosso Estatuto que é o poder institucional, entendemos que devemos a exemplo de outras agremiações partidárias em 2018, termos candidatura própria a Presidência da República, buscando alçar o nome do PV no mais importante pleito dos últimos anos, após a edição da Lava Jato.

Entendo também que devemos oportunizar a todos os filiados brasileiros, com o nosso PV a chance de exporem seus projetos e propostas para que os Verdes Brasileiros, a exemplo dos Verdes Alemães tenham protagonismo eleitoral e isto somente em candidaturas centrais, como já tivemos no passado com Gabeira, Marina Silva, Alfredo Sirkis, garbosos companheiros da causa ambiental brasileira.

Com base em nossa história de vida ambiental, como um cidadão trabalhador e empreendedor há mais de 50 anos, dirigente e fundador de mídias ambientais como o Jornal, Revista, TV e Portal Ecoturismo e engajado na causa da luta do povo brasileiro, não posso ficar omisso, neste momento e tampouco deixar passar a oportunidade histórica para que nosso Partido Verde tenha a chance de ter uma candidatura Presidencial, que pode ser, a minha, ou do Eduardo Jorge, ou outro honorável filiado,mas, que tenhamos a chance da pré disputa eleitoral, democrática.

A Juíza Eleitoral da 132 Zona Eleitoral de Goiás, decidiu recentemente que o TSE disponibilize nas urnas eletrônicas, nomes de candidatos avulsos, sem compromisso partidário e com aval de entendimento da Raquel Dodge, procuradora Geral da República e com entendimento preliminar do STF em repercussão geral desse fato concreto.

Significa que se brasileiros eleitores, fora das siglas poderão disputar, muito mais, os partidos políticos legalmente instituídos, como é o caso do nosso PV e que seja disponibilizado recurso com base no Estatuto para que os pré candidatos exponham suas idéias e projetos pelo país.

Recordando que nosso partido nasceu no dia 17 de janeiro de 1986, há 32 anos atrás, graças ao vigor fisico e intelectual de gente de grande bravura social e ambiental, como Lucelia Santos e outros grandes nomes e que temos experiências internacionais de grandes Verdes que estão mudando a história de vários países de primeiro mundo.

Caro Presidente Penna e membros da Executiva Nacional, os Verdes do Brasil tem o momento histórico de cravar seu estatuto e sua história na mais emblemática eleição de todos os tempos no Brasil.

Pede deferimento

Hércules Rocha de Góes, 63 anos, advogado OAB 49.896/SP, RG. 6.576.225, SSP/SP e CPF 596.307.288-34, jornalista, apresentador de rádio, televisão, escritor, ex-conselheiro da OAB/RO e ativista ambiental e poeta.