Conectado por

Alimentação

Leite faz mal?


Compartilhe:

Publicado por

em

O consumo ou não do leite de vaca é um tema que costuma gerar debates acalorados. Os argumentos são muitos e as pesquisas diversas, mas as certezas nem sempre se sustentam. Caracterizar um alimento como bom ou ruim, saudável ou não, é colocar a alimentação em uma ótica limitada e simplista.

Os alimentos têm diversas características, nutrientes, combinações e modos de preparo e de consumo. Nenhum cardápio com grandes restrições será saudável a longo prazo, causando deficiências de vitaminas e minerais que não são ingeridos no dia a dia. Portanto, mais do que dizer se o leite faz mal ou não, é preciso entender se o consumo desse alimento faz sentido na sua vida.

Benefícios do leite

De acordo com a Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição, o leite e seus derivados apresentam grande potencial nutricional, pois são fontes de proteínas de alta qualidade vitaminas e minerais. O consumo desses alimentos é benéfico para atingir a dose diária de ingestão de cálcio, nutriente fundamental para a formação e a manutenção da estrutura óssea do organismo.

Uma das principais polêmicas em torno do leite é o açúcar natural, conhecido como lactose. Para quebrar as moléculas de lactose, é necessária uma enzima e, para nossa sorte, ela é produzida pelo corpo. Porém, à medida em que envelhecem, algumas pessoas param de fabricar tal enzima. Como consequência, é comum desenvolver intolerância à lactose.

Esse é um dos fatores que motivam as pessoas a evitarem o consumo do leite. Os sintomas mais comuns da intolerância são dor de estômago, diarreia e gases quando consomem laticínios. Porém, é possível resolver a questão com uso de cápsulas de lactase antes de tomar leite ou comer derivados. Hoje existem bastantes opções de produtos sem lactose, como iogurtes, queijos e o próprio leite.

Outros alimentos também são fontes de cálcio, mas são necessários em maiores quantidades do que a encontrada em pequenas porções do leite.

Quem tem alergia à proteína do leite é um caso diferente dos intolerantes. A hipersensibilidade do organismo à ingestão de leite e derivados é uma resposta imunológica do organismo, em diferentes níveis de gravidade. Para essas pessoas o consumo de leite e derivados não é indicado.

Outros alimentos que também têm cálcio são: brócolis, espinafre, sardinha, grão-de-bico, linhaça, aveia, chia e tofu (que têm quantidades significativas do nutriente). No entanto, o consumo de leite (por quem não tem alergia) é a maneira mais fácil de absorver o nutriente. Um copo de leite ou um pote de iogurte natural têm a mesma quantidade que 18 colheres (sopa) de brócolis, 10 colheres (sopa) de couve ou 48 colheres (sopa) de espinafre – e dificilmente conseguimos comer tudo isso por dia. Por isso o leite é o principal alimento para garantir o cálcio e manter a saúde óssea em dia.

Se não ingerimos cálcio suficiente, o corpo obtém dos ossos, o que, no futuro, pode causar doenças como a osteoporose. O leite também fornece proteínas e magnésio para ajudar a desenvolver ossos, dentes e músculos saudáveis.

O leite é uma importante fonte de cálcio para o organismo, assim como os produtos derivados (iogurtes e queijos).

Afinal, faz mal?

O leite é um alimento muito importante para a manutenção da saúde e é a principal fonte de cálcio. O consumo é indicado para quem não tem intolerância ou alergia.

 

Qbemqfaz.com.br

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento