Conectado por

Rondônia

Leilão beneficente arrecada renda para manter associação de autistas em Ariquemes, Rondônia


Compartilhe:

Publicado por

em

Contribuir para o funcionamento da Associação de Mães de Autistas (Amaar) de Ariquemes (RO), no Vale do Jamari, é o objetivo da 5º edição do Leilão Azul. A organização do evento beneficente está arrecadando as doações de gados, bezerros e carneiros para que sejam leiloados no dia 2 de junho, na Associação dos Pecuaristas (APA) do município.

Conforme a Amaar, atualmente mais de 114 crianças e jovens recebem atendimento gratuito na associação. Na unidade são realizadas o atendimento educacional especializado com educação infantil, ensino fundamental, educação profissional e inserção no mercado de trabalho.

As crianças e os jovens ainda recebem atendimentos de musicalização, educação física especial, psicoterápico, terapia ocupacional e fonoaudiólogo.

Conforme a pedagoga, Luciane de Oliveira, os leilões são de grande importância, pois o dinheiro arrecadado é utilizado para custear as despesas da associação durante o ano.

“O que é arrecadado no leilão, é convertido com as despesas de impostos, pagamento de pessoal, mão de obra, aquisição de equipamentos novos. A associação sobrevive basicamente do dinheiro arrecadado neste leilão, mas a gente recebe também uma contrapartida do município, que é pouca e não supre as necessidades, então a maioria dos recursos que possuímos durante o ano inteiro vem do leilão”, comentou a pedagoga.

Os interessados em realizar as doações dos animais devem se deslocar até a Amaar, que está localizada na Rua França, esquina com a Avenida Hugo Frey (Linha C-65), no Setor Jardim Europa. O leilão será realizado no dia 2 de junho, a partir das 19h30.

Amaar

A associação iniciou as atividades em fevereiro de 2009 em uma sala de aula cedida por escola infantil e os atendimentos eram realizados com a ajuda de professores voluntários. Anos depois, a prefeitura doou um terreno com construção de 168,42 metros quadrados.

Através de um leilão em 2014, o prédio foi adaptado e em 2015, a sede própria foi inaugurada, onde se iniciaram os atendimentos educacionais e clínicos.

A associação tem a missão de promover e articular ações de defesa de direitos e prevenção, orientações, prestação de serviços, apoio à família, direcionadas à melhoria da qualidade de vida da pessoa com autismo e a construção de uma sociedade justa e solidária.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *