Conectado por

Agronegócios

Juros menores das cooperativas de crédito impulsionam municípios, diz estudo

Publicado por

em

Com a geração de valor de R$ 48 milhões, na soma de 70 mil novas empresas e 278 mil empregos diretos a mais, em regiões com uma ou mais cooperativas de crédito, os municípios brasileiros adicionaram 5,6% ao Produto Interno Bruto (PIB) per capita.

Continua após a publicidade

Em um ano.

Em estudo do sistema Sicredi e da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), “Benefícios Econômicos do Cooperativismo de Crédito na Economia Brasileira”, esse modelo de cooperativismo se destaca pelo papel desencadeador da economia.

No Brasil, de acordo com o Banco Central, o cooperativismo de crédito está presente em quase metade (47%) das cidades e representa 2,7% dos ativos totais do Sistema Financeiro Nacional (SFN).

E parte desse papel estimulante do desenvolvimento econômico-social vem das taxas de juros “sensivelmente menores”.

Conforme ainda nota do Sicredi, em 2019, por exemplo, a diferença de taxa de juros para microempresas foi de 20 pontos percentuais menor se comparadas as dos bancos tradicionais.

Fonte:MoneyTimes