Conectado por

AL/MT

Janaina Riva tem 6 emendas ao projeto da LDO aprovadas


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

Seis emendas da deputada estadual Janaina Riva (MDB) ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias 2019 (LDO) foram acatadas pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). São elas as emendas 21, 22, 23, 34, 36 e 38, que tratam dos mais diversos assuntos, dentre eles sobre a obrigatoriedade da prestação de contas detalhada dos decretos editados pelo Poder Executivo, semestralmente, além da previsão de adoção de medidas para implantação de políticas públicas de combate ao abandono e maus-tratos aos animais, bem como de incentivos fiscais às clínicas veterinárias que realizem castrações gratuitas, sobretudo de animais de famílias de baixa renda, dentre outros temas.

A emenda 21 acrescenta o artigo 29-A à LDO. O texto prevê que o governo do estado, por meio da Secretaria de Estado da Casa Civil, fará ao Poder Legislativo a apresentação de prestação de contas detalhada dos decretos editados pelo Poder Executivo. Compreende-se por detalhamento: a apresentação de quantos decretos foram editados por mês; apresentação dos assuntos de que tratam todos os decretos; com relação aos decretos que versarem sobre orçamento público deverão ser apresentados o quantitativo de receita que o mesmo representa e sua fonte orçamentária; a prestação de contas se fará semestralmente, por meio de audiência pública, a ser realizada na Assembleia Legislativa até a última quinzena de cada semestre.

A emenda 22 acrescenta o artigo 93-A à LDO e prevê que o Poder Executivo adotará, durante o exercício de 2019, as medidas que se fizerem necessárias para implantação de políticas públicas de combate ao abandono e maus-tratos aos animais, devendo estas estarem previstas na Lei Orçamentária Anual. Já a emenda 23, acrescenta o artigo 83A e em seu texto diz que a lei orçamentária anual contemplará as condições para a concessão de incentivos fiscais às clínicas veterinárias que realizem castrações gratuitas, sobretudo de animais de famílias de baixa renda, bem como atendimento de emergência a animais encaminhados por ONGs de Proteção Animal Conveniadas com o Estado para esse fim.

A emenda de número 34 acrescenta o artigo 25 à LDO e prevê que as alterações da programação do orçamento de que trata o art. 8º , dentro da mesma unidade orçamentária ou entre unidades orçamentárias diferentes, no limite da autorização orçamentária, serão operacionalizadas por crédito suplementar, após a devida autorização legislativa e abertas por decreto orçamentário, compreendendo nesse limite os remanejamentos, as transposições e as transferências de recursos.

A emenda 36 altera a redação do artigo 23-A, cujo novo texto prevê que a Lei Orçamentária estabelecerá, em percentual, os limites para abertura de créditos adicionais suplementares, após a devida autorização legislativa e que esses serão abertos por decreto orçamentário do Poder Executivo, com numeração sequencial crescente e anual própria.

Por último, a emenda 38 modifica o artigo 3º da LDO que passa a prever que as prioridades e metas da Administração Pública Estadual para o exercício de 2019 correspondem às ações relativas aos programas finalísticos e de gestão, manutenção e serviços ao Estado que compõem o Plano Plurianual de Governo (PPA) 2016-2019, e aquelas de natureza obrigatória destinadas ao pagamento das despesas de pessoal ativo, inativo e encargos e dívida pública, atentando, em todos seus programas, à conclusão e entrega de obras inacabadas.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × cinco =

Publicidade
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento